Treinador do São Paulo desde o início do ano, Edgardo Bauza deve realizar o seu grande sonho e assumir a seleção argentina de futebol. A informação foi dada pela repórter Verónica Brunati, do tradicional diário argentino AS. Segundo a publicação da jornalista, Patón Bauza foi escolhido por Armando Pérez, presidente da Associação de Futebol Argentina (AFA), e concorreu com outros dois nomes: Miguel Ángel Russo e Ramón Díaz, ambos sem clube.

Preferência por Bauza

Edgardo Bauza não era unanimidade para assumir a seleção argentina.

Publicidade
Publicidade

O diário esportivo Olé realizou enquete em seu site sobre as preferências dos argentinos para o comando da seleção. Bauza era um dos oito nomes da enquete que recebeu mais de 220 mil votos. O líder na preferência dos argentinos foi Diego Simeone, que recebeu 28% dos votos. Marcelo ‘El Loco’ Bielsa foi votado por 25% do público. Jorge Sampaoli e Marcelo Gallardo apareceram com 10%.

Só então aparece Páton Bauza, com 8% da preferência dos argentinos que votaram na enquete do Olé. A lista é completada por Ramón Díaz, com 7%, Mauricio Pochettino, com 6%, e Antonio Mohamed, com 5%.

Publicidade

Currículo

Ex-jogador do Rosário Central, o treinador Edgardo Bauza tem dois títulos da Copa Libertadores no currículo. O primeiro foi conquistado em 2008, pela LDU, do Equador. A segunda taça continental veio em 2014, pelo San Lorenzo, da Argentina. Bauza chegou ao São Paulo e foi um dos responsáveis por levar um time limitado à semifinal da Copa Libertadores da América, feito que o time tricampeão continental não alcançava desde 2010.

O aproveitamento de 45%, no entanto, causava desconfiança em alguns torcedores, que o acusavam de ser "retranqueiro". Bauza deixa o time na décima posição do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos – a dez do líder Corinthians e a cinco da zona de rebaixamento.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol São Paulo FC

Missão

Ao chegar à seleção argentina, Bauza terá uma missão logo em seus primeiros dias: convencer Lionel Messi a retornar depois de o principal astro argentino afirmar que não atuaria mais com a camisa da seleção.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo