O Fluminense segue crescendo na temporada. Após vencer o América-MG por 1 a 0 no último final de semana, em Cariacica, no Espírito Santo, o Tricolor, neste domingo, foi ao Gigante do Arruda, no Recife, capital de Pernambuco e, pelo mesmo placar, derrotou o Santa Cruz pela 20ª rodada, a segunda do returno do Campeonato Brasileiro.

Com mais um resultado positivo, o Tricolor das Laranjeiras chegou ao oitavo lugar da competição, somando 31 pontos, cinco a menos em relação ao Santos, último integrante do G-4, grupo daqueles que, em 2017, estariam na próxima edição da Taça Libertadores.

Publicidade
Publicidade

Por outro lado, a agremiação nordestina permanece na vice-lanterna com 19 pontos e bastante ameaçada pelo "fantasma" do rebaixamento para a Série B.

O primeiro tempo foi marcado por equilíbrio. Apesar de ter mais posse de bola, o Santa Cruz esbarrava no bom sistema de marcação do Fluminense. Para piorar a situação dos pernambucanos, o ataque, formado por Graffitte e Keno, estava sem qualquer inspiração.

Enquanto isso, o Tricolor, que estampava, na sua camisa, uma menção à Taça Olímpica, honraria recebida no ano de 1949 pela grande contribuição aos diversos esportes olímpicos, apostava em estocadas de Wellington e Danilinho, mas também não tinha sucesso em sua estratégia.

Publicidade

Mesmo assim, aos 28 minutos, conseguiu abrir o placar. Em escanteio cobrado por Gustavo Scarpa no lado direito, Thiago Cardoso falhou na hora de sair e Henrique Dourado, com um leve toque de direita, mandou para o fundo das redes. A bola, antes de entrar, tocou caprichosamente na trave. Foi o segundo gol consecutivo do atacante, trazido para substituir o ídolo Fred, que rumou para o Atlético-MG.

Com a desvantagem, o Santa Cruz se lançou com tudo e passou quase toda a segunda etapa no campo do adversário, no entanto, mais uma vez, teve, na ineficiência de seu setor ofensivo, o maior pecado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Sorte do Fluminense que, longe de uma exibição digna de quem deseja lutar por uma vaga no G-4, consegue, pelo menos, quebrar o tabu de vencer duas partidas seguidas na atual Série A.

Pelo Brasileirão, ambos voltam a campo no domingo. Às 16h (de Brasília), o Fluminense enfrenta o Palmeiras no Mané Garrincha, em Brasília. Já o Santa, que, na quarta, estreia na Copa Sul-Americana (clássico diante do Sport), irá ao Mineirão e, a partir das 11h (de Brasília), tentará surpreender o Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA

SANTA CRUZ 0 X 1 FLUMINENSE

Competição: Campeonato Brasileiro - Fase Única (20ª rodada)

Data: 21/08/2016 (domingo)

Horário: 16h (horário de Brasília)

Local: Estádio Gigante do Arruda, em Recife (PE)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira, auxiliado por Tatiane Sacilotti dos Santos e Miguel Cataneo Ribeiro, todos da Federação Paulista de Futebol

Cartões amarelo: Edson e Igor Julião (FLU)

Gol: Henrique Dourado (29'/1ºT)

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Léo Moura, Luan Peres, Danny Morais e Tiago Costa (Allan); Derley (Lelê), Uillian Correia e João Paulo; Pisano, Keno e Grafite (Arthur).

Publicidade

Técnico: Doriva

Fluminense: Diego Cavalieri; Wellington Silva (Igor Julião), Henrique, Gum e William Matheus; Edson (Pierre), Douglas, Gustavo Scarpa e Danilinho; Wellington e Henrique Dourado (Samuel).

Técnico: Levir Culpi

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo