O torcedor doFlamengo pode ficar privado de ver o seu time na televisão, pelos menos no Campeonato Carioca do ano que vem. Informações de bastidores dão conta de que a diretoria do Rubro-Negro mantém firme a sua postura de não aceitar a proposta de renovação de contrato para o Estadual de 2017 ser transmitido pela Rede Globo.

Dois pontos são usados como justificativa por parte da agremiação da Gávea.

A primeira é o fato de não aceitar receber a mesma quantiaa ser paga para Vasco, Fluminense e Botafogo. De acordo com os flamenguistas, a proporção deveria obedecer os índices de audiência e os tamanhos das torcidas.

Outro motivo seria os inúmeros conflitos que ainda persistem com a Federação de Futebol do Estado do Rio (FERJ), como o número de participantes do Cariocão. OFlamengo discorda totalmente de o certame ter 16 equipes.

Para o "Mais Querido", 10 a 12 clubes seriam o ideal.

Segundo o Blog De Prima, do portal Lancenet, o presidente Eduardo Bandeira de Melo não quis gravar entrevista, mas está bastante pessimista quanto a encontrar uma solução para o imbróglio. O dirigente voltou a afirmar que, caso não se encontre um acordo, disputará, em 2017,o Estadual do Rio com um time sub-23, enquanto o grupo principal realizará excursões ao longo do Brasil, além dar atenção para a Copa da Primeira Liga, que já foi reconhecida pela CBF e, se conseguir a vaga, a Taça Libertadores da América.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Flamengo PaixãoPorFutebol

Detentora exclusiva dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca desde 2003, a Globo acertou a renovação de contrato com Vasco, Fluminense e Botafogo por mais três temporadas. Para isso, dobrou o valor que pagava a cada um dessas equipes: de R$ 70 milhões para R$ 140 milhões.

Enquanto isso, dentro de campo, o Flamengo, sob o comando de Zé Ricardo, segue a sua caminhada em 2016. Na quarta, às 21h45 (de Brasília), encara, no Kléber Andrade, em Cariacica, o Figueirense no confronto e volta da primeira fase da Copa Sul-Americana.

Por ter sido derrotado de 4 a 2 em Florianópolis, o Rubro-Negro, para avançar na competição, necessita vencer por 2 a 0, 3 a 1 ou, no mínimo, três gols de diferença. Se repetir o placar do Sul do país, terá que decidir a classificação nos tiros livres da marca de pênalti. Qualquer outro placar diferente desses favorece ao adversário.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo