O Palmeiras já vai pensando no seu elenco para 2017. Mesmo com chances de conquistar dois títulos este ano (Brasileiro e Copa do Brasil), a diretoria já tenta de projetar para o futuro. 

Os dirigentes alviverdes contam pelo menos com a certeza de uma vaga na Copa Libertadores 2016. Em novembro, Paulo Nobre, atual presidente, deve ser destituído do cargo. O mandatário não tem condições estatutárias de se reeleger pela terceira vez e deve passar o bastão.

Maurício Precivalle, seu primeiro vice-presidente e 'aprendiz', deve ser o sucessor. 

Ambos já conversam sobre planejamento. Um dos pontos importantes é a renovação de jogadores. A contratação de novos atletas vem em segundo lugar. A princípio, Nobre quer 'limpar' o elenco e deixar enxuto para a chegada de novos reforços. Com a folha salarial mais clara, será possível analisar possíveis renovações. 

O volante Gabriel desponta como o primeiro da lista.

Com contrato findando em dezembro, não deve renovar. O jogador, que tem passe preso ao Monte Azul, não consegue se livrar de lesões e não tem espaço mais no time com o técnico Cuca. 

Outro ponto importante é que o clube do interior não aceita uma nova renovação. Ou o Palmeiras compra em definitivo ou devolve. A diretoria alviverde achou o valor alto por um volante que se machuca bastante e entendeu que não valeria o investimento. 

Em 2015, Gabriel era unanimidade no clube.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Depois de se machucar, ficou claro que o time caiu de rendimento. Apelidado de 'Pitbull' pela torcida, não conseguiu mais exibir o belo Futebol de antes. Gabriel tem 24 anos e já jogou 48 partidas com a camisa palestrina, marcando apenas dois tentos. 

Cuca garantiu que todos os atletas tem chances, mas o Gabriel, em específico, precisa ser liberado de vez pelo Departamento Médico. Segundo o treinador, as fases de transição tem uma certa ordem e o volante não é diferente dos demais.

Matheus Salles e Arouca, por exemplo, estão se recuperando também e devem receber oportunidades iguais. 

Mina e Lucas Barrios já foram liberados e podem jogar no domingo, contra o Fluminense, em Brasília. 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo