Neste domingo, 21, começou a circular nas redes sociais brasileiras um vídeo que mostra o jogador de futebol Neymar bastante irritado com um torcedor que estava no Maracanã. As imagens teriam sido gravadas no sábado, 20, pouco após o craque da seleção masculina de futebol bater o último pênalti e dar o ouro a seu país em um vitória sobre a Alemanha. Conflitando com o clima de êxtase da medalha inédita, houve uma confusão que infelizmente não reflete nem um pouco do clima dos jogos olímpicos do Rio de Janeiro.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Neymar

O ex-namorado da atriz Bruna Marquezine perdeu a cabeça e começou uma discussão com um torcedor que estava presente no maior estádio do país. 

A discussão ocorreu ainda no gramado, quando os jogadores da seleção começavam a fazer a vota olímpica.

Ao mesmo tempo em que carregava uma mensagem que transmite paz, com uma faixa de '100% Jesus' na cabeça, Neymar discutiu com o torcedor, ainda ostentando a medalha dourada no peito. Em dado momento, o atleta parece ficar completamente fora de si. “Não consegue é o caralho, vai tomar no teu cu”, enquanto o torcedor retruca “não consegue!”. Depois Neymar grita, “tem que respeitar, que aqui é Brasil!” (sic)

Veja abaixo o momento em que o jogador perde a paciência e decide bater de frente com o torcedor que o criticava.

De acordo com informações do jornal Extra em matéria publicada neste domingo, 21, os profissionais de segurança precisaram ser acionados.

Os melhores vídeos do dia

Inicialmente, eles tentaram retirar o jogador do local, mas o atleta do Barcelona mostrou grande residência. Algumas frases que Neymar grita insanamente não podem ser identificadas. Pessoas que estavam na arquibancada tentavam acalmar o representante da seleção, dizendo para ele esfriar a cabeça. 

Falta de resposta após polêmica

O esportista revelado no Santos bate em uma bancada e acaba saindo irritado com tudo o que aconteceu. Ele ainda não se pronunciou sobre o que aconteceu durante o momento que era para ficar marcado apenas pela primeira vitória do Brasil no futebol em uma Olimpíada.