A apresentadora do programa "Globo Esporte" da TV Globo, "pagou mico" na tarde desta terça-feira, 16, enquanto entrevistava o atleta campeão olímpico do Salto com Vara Thiago Braz. Ele que foi ouro no atletismo do Brasil na noite de segunda-feira, 15, derrotando o francês Renaud Lavillenie, ainda não havia recebido a medalha no pódio mais alto das Olimpíadas. No entanto, Fernanda Gentil pediu para ver a medalha, indagando que o rapaz não havia levado o ouro ao programa para ser mostrado.

Publicidade
Publicidade

Thiago rebateu dizendo que a premiação só aconteceria a noite durante outras provas do atletismo.

Na ocasião, Fernanda Gentil pergunta pela medalha a Thiago, dizendo que todos os premiados comparecem na atração Global com suas premiações. Braz diz que o prêmio será entregue logo mais a noite (terça-feira, 16). A apresentadora desconversou meio sem graça e perguntou se no atletismo a entrega de medalhas acontece no dia seguinte a competição. O campeão olímpico explicou que iria receber a medalha à noite, um dia após a conquista.

Publicidade

Na despedida, Fernanda voltou a falar da medalha dizendo para o atleta levar o ouro no programa quando recebe-la para que o Brasil todo possa ver essa bela conquista do atleta. A loira ainda parabenizou Thiago e reforçou o convite para que ele volte ao programa.

Tiago Braz conquista o ouro no Salto com Vara

O campeão olímpico, que derrotou o Francês, Renaud Lavillenie, foi ousado na conquista do ouro no Salto com Vara. Ele, que foi o primeiro atleta brasileiro a ser campeão olímpico nesta modalidade, só alcançou essa meta porque não se satisfez com o segundo lugar e pediu para subirem o sarrafo a uma altura que nunca havia saltado, 6m3cm. A disputa aconteceu no Engenhão na noite da última segunda-feira, 15.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

Thiago melhorou seu desempenho como atleta depois de se mudar do Brasil para treinar na Itália com um novo técnico. Em 2014 o saltador deixou Élson Miranda, treinador de Fabiana Murer, para se dedicar aos treinamentos ao lado de Vitaly Petrov da Ucrânia. Foi esse treinador que auxiliou Segei Bubka a quebrar 35 recordes em sua trajetória na década de 80. E ajudou, no começo do século 21, a atleta da Rússia, Yelena Isinbayeva a ser e melhor saltadora do mundo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo