A lesão de Fernando Prass e o consecutivo corte da seleção brasileira olímpica deixaram o Palmeiras bastante preocupado. O retorno do goleiro, a cirurgia e a possibilidade de voltar só em 2017 podem complicar a luta pelo título nacional. Além disso, o Palmeiras soma duas derrotas consecutivas e a perda da liderança (derrota para Atlético-MG por 1 a 0 no Allianz Parque e para Botafogo-RJ, por 3 a 1, no Rio de Janeiro). Após a partida, Paulo Nobre, presidente do clube, conversou com Alexandre Mattos, executivo de Futebol.

Publicidade
Publicidade

O teor do bate-papo não foi divulgado. 

Novo goleiro?

Segundo o site Fla Hoje, relacionado ao Flamengo, o Palmeiras está tentando a contratação de Paulo Victor. O guarda-metas é reserva na equipe carioca e adquiriu esse status após ter duas lesões complicadas. Aliado a isso, o Flamengo fez um grande investimento e trouxe Alex Muralha, do Figueirense. Assim que chegou, Muralha não foi titular. Paulo Victor foi jogando bem e foi mantido pelo ex-técnico Muricy Ramalho.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

O problema muscular por sua vez tirou o jogador de campo, abrindo espaço para o ex-catarinense. 

Victor fez apenas três jogos vestindo a camisa do Flamengo e pode se transferir para qualquer clube do Brasil. O perfil se encaixa na busca palmeirense. 

Recentemente Paulo Nobre proibiu a diretoria de ir em busca de mais um goleiro. Logo após a lesão de Prass, o mandatário garantiu que Vágner iria substituí-lo à altura. Na derrota para o Botafogo-RJ o goleiro não conseguiu ir bem e fez o presidente mudar de opinião.

Publicidade

Jaílson, segundo reserva, também não tem a confiança total da diretoria e nem do técnico Cuca. 

Divergências

Edu Dracena, zagueiro que saiu machucado no segundo tempo, disse que era preciso 'tomar cuidado' com a queda da liderança. Já Zé Roberto não entende dessa maneira e confirmou que falta apenas um pouco mais de volume de jogo para o time voltar a engrenar. Um fato é unanimidade: a ausência de Gabriel Jesus tem complicado as ações palmeirenses.

Neste domingo, especialmente, Tchê Tchê também ficou de fora, provocando um enorme buraco. 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo