É consenso entre os cronistas esportivos brasileiros de que o melhor momento vivido por Ronaldinho Gaúcho, desde que voltou ao país, vindo do Milan da Itália, foi no Atlético Mineiro. No Galo, conquistou títulos e, em vários momentos, fez o torcedor lembrar daquele jogador que, na época em que atuava no Barcelona, encantou o mundo com o seu talento. Mas esse encantamento entre o clube e o jogador parece estar prestes a sofrer alguns arranhões. 

O motivo da discórdia seria uma dívida que o Galo Mineiro tem com o craque Ronaldinho.

O débito vem desde 2014 quando o jogador deixou o Atlético para jogar no México e refere-se à rescisão de contrato no valor de 300 mil reais. Com o objetivo de resolver esse impasse Ronaldinho Gaúcho esteve nesta terça-feira (16) em MG acompanhado do seu advogado Sérgio Queiroz. A intenção do representante legal do atleta é a de acionar o Atlético na Justiça do Trabalho. 

Sérgio Queiroz, em entrevista ao UOL, informou que houve uma primeira audiência nesta terça-feira (16) onde não houve nenhum acordo entre as partes e uma segunda já ficou agendada para o mês de novembro de 2016.

Por meio da sua Assessoria de Imprensa o Atlético Mineiro informou que não reconhece a dívida com Ronaldinho e espera uma definição do assunto via judicial. Antes de recorrer à Justiça R10 tentou conversar com a atual diretoria do Atlético visando solucionar o impasse, mas não houve acerto. 

O craque reivindica também o pagamento de uma dívida avaliada em 10 milhões de reais por conta de bônus e premiações não pagas no período de 2012 a 2014 quando atuou pelo clube de Minas Gerais.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Grêmio

Esse assunto está sendo tratado por seu irmão e procurador, Roberto Assis.

Essa não é a primeira vez em que o Atlético Mineiro é cobrado judicialmente pelo não pagamento de dívidas. Recentemente o Grêmio, clube formador do Ronaldinho Gaúcho, recorreu a esfera judicial para receber cerca de 8 milhões de reais referentes a transferência do goleiro Victor para o clube mineiro em 2012. Depois de algumas tentativas de negociação entre as partes, o assunto segue sem definição. 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo