No sábado passado (27), Demian Maia entrou no octógono para enfrentar o americano Carlos Condit, ex-campeão interino do peso meio-médio, pelo UFC on FOX 21, que foi realizado na cidade de Vancouver, no Canadá. A luta, que prometia ser bastante disputada, durou bem pouco, pois o lutador brasileiro, cuja especialidade é o jiu-jitsu, finalizou Condit ainda no primeiro round.

No entanto, não foi apenas a performance arrasadora do brasileiro que impressionou aos fãs de MMA. Durante o tempo de duração da luta (1min e 52seg), Demian Maia foi golpeado apenas uma vez por Condit. Esse fato tem sido algo constante nas últimas Lutas do atleta brasileiro.

Nas últimas quatro vezes que entrou no octógono, Demian foi atingido de forma contundente pelos seus adversários somente 13 vezes. O triunfo de sábado foi o quarto consecutivo do lutador de 38 anos. As outras três vitórias foram contra Matt Brown e Neil Magny (ambas por finalização), e Gunnar Nelson, por decisão dos juízes.

Demian Maia: “A maior virtude do jiu-jitsu é dominar o oponente sem precisar acertá-lo”

Em entrevista concedida após o evento de sábado, Demian Maia declarou que é especialista em defesa pessoal. O lutador acrescentou que uma das principais características do jiu-jitsu é tentar dominar os adversários sem que seja preciso atingi-los com diversos golpes e nem ser golpeado de forma contundente.

“Não é algo que eu faça de especial, é por causa do jiu-jitsu, da arte marcial que eu pratico que é baseada na defesa pessoal, em controlar, finalizar e não ser atingido.

Os melhores vídeos do dia

Se vocês observarem, eu também não acerto meus adversários muitas vezes e isso é um jogo muito bom para mim”.

Demian Maia derrotou Carlos Condit por finalização (mata-leão) no UFC on FOX. Durante o confronto com o americano, que foi a luta principal do evento, o atleta brasileiro impôs o seu estilo de jogo de forma bem rápida, não recebeu nenhum golpe contundente de Condit e também não precisou desferir muitos golpes no seu oponente. A vitória acachapante colocou Demian no caminho da disputa do cinturão da categoria meio-médio, que tem como campeão o americano Tyron Woodley. Contudo, o brasileiro terá que aguardar pela sua chance, pois Woodley enfrentará o seu compatriota Stephen Thompson em novembro.