Como foi adiantado nesse espaço ontem, o técnico Cristovão Borges estava por um fio no Corinthians após o empate diante do Coritiba no meio de semana em partida válida pelo Brasileirão 2016.

O treinador do alvinegro paulista precisaria se superar nas próximas rodadas para continuar no cargo, mas não foi possível. Neste sábado (17) após sofrer outro revés no Campeonato Brasileiro ao perder por 2x0 para o Palmeiras na Arena Corinthians, Cristóvão Borges foi demitido ao final da partida, ainda no vestiário. 

Coube ao agora ex-técnico corintiano a ingrata tarefa de substituir o praticamente "insubstituível" Tite quando este foi chamado para treinar a Seleção Brasileira após a demissão do Dunga.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Corinthians

Ao suceder um técnico que venceu todos os títulos que disputou nas suas duas passagens pela equipe paulista, Cristóvão sempre foi visto com desconfiança pela apaixonada torcida corintiana.

Como se não bastasse, mesmo que o Corinthians se mantivesse nas primeiras posições da tabela de classificação, nunca conseguiu realizar atuações convincentes, mesmo quando venceu. Isso fez com que a rejeição ao Cristóvão aumentasse, mesmo porque jamais foi o nome preferido para suceder ao Tite. 

Com a demissão do técnico Roger Machado do Grêmio na última quarta-feira (15) após a derrota do Grêmio para a Ponte Preta, os torcedores do Corinthians congestionaram as redes sociais pedindo que a direção contratasse o ex-técnico tricolor. Na oportunidade, os dirigentes reforçaram o apoio a Cristóvão Borges pedindo que a torcida tivesse mais paciência e desse mais tempo para o treinador mostrar o resultado do seu trabalho. 

A partir da demissão de Cristóvão os torcedores do Corinthians imaginavam que a direção do clube se manifestasse dizendo que estava sondando nomes e perfis capazes de treinar o Timão.

Os melhores vídeos do dia

No entanto, na entrevista coletiva concedida após a partida o mandatário corintiano, Roberto de Andrade não revelou nenhuma intenção de contratar outro treinador. O presidente do Corinthians adiantou apenas que o assistente Fábio Carille será o técnico do time até o final da temporada. Sem dúvida, uma manifestação bem diferente do que esperava a torcida corintiana.