Tudo indica que, ao contrário do que ocorreu no caso Neymar, dessa vez o Santos não deverá enfrentar outra batalha jurídica na questão do Gabigol, mais um dos "Meninos da Vila." Nos últimos dias, a mídia esportiva, principalmente espanhola, dava conta de que o Santos não havia respeitado uma cláusula de transferência quando resolveu negociar Gabriel Barbosa com a Inter de Milão.

De acordo com essa cláusula, firmada ainda em 2013, quando o Peixe decidiu vender os direitos federativos de Neymar para o Barcelona da Espanha, ficou acordado que quando o Santos decidisse negociar Gabigol, os espanhóis do Barça deveriam ser comunicados com antecedência para que exercessem seu direito de preferência. 

No último dia 28, Gabriel realizou seu último jogo na Vila Belmiro com a camisa santista diante do Figueirense, em que o Santos acabou sendo derrotado por 1x0 em partida válida pelo Brasileirão 2016.

No dia seguinte, o jogador se transferiu para a Itália, onde realizou exames médicos de rotina.

A partir disso, o Barcelona iniciou uma série de ataques públicos ao Santos, ameaçando inclusive recorrer à FIFA para resolver o impasse. O clube catalão entendia que o Santos o avisou demasiadamente tarde sobre a negociação envolvendo Gabriel. De acordo com os espanhóis, foram dois dias antes do fechamento da janela de transferências para a Europa, impossibilitando assim que o Barça pudesse fazer qualquer contraproposta. 

No entanto, após toda essa polêmica que se formou desde a saída do Gabriel, eis que surge um fato novo e que dá razão razão para o Santos. De acordo com o site FC Internews, que atualiza as informações da Inter de Milão, existe um mail enviado pelo clube brasileiro ao Barcelona, datado de 25 de agosto, informando a respeito da proposta dos italianos por Gabigol.

Os melhores vídeos do dia

Conforme o site italiano, esse mail nunca foi respondido, dando ao Santos a convicção de que o clube catalão não estaria interessado em entrar na negociação. A partir disso, os dirigentes santistas decidiram levar adiante as negociações com a Inter.