Além de ficar somente a três pontos do G-4, o Fluminense conseguiu uma importante marca com a vitória de 4 a 2 sobre o Atlético-MG na noite da última segunda, em Édson Passos, no encerramento da 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com os gols de Douglas, Marquinho, Gustavo Scarpa e Maranhão (Robinho e Otero descontaram para os mineiros), o Tricolor encerrou um jejum de seis anos sem saber o que era vencer o Galo.

A última vez havia sido no dia 23 de setembro de 2010.

Publicidade
Publicidade

Na ocasião, ambos se enfrentaram pela 24ª rodada daquele Brasileirão e o Fluminense, que acabaria ficando com o título, não tomou conhecimento do Atlético-MG e, em partida realizada no Engenhão, goleou o adversário por 5 a 1. Curiosamente, Marquinho também estava nessa partida e balançou as redes mineiras. Carlinhos (2), Gum e Leandro Euzébio completaram o massacre tricolor, enquanto Daniel Carvalho, de falta, descontou para o Galo. Esse resultado provocou a demissão de Vanderlei Luxemburgo do comando-técnico do Atlético-MG.

Publicidade

De lá para cá, antes do confronto de segunda, haviam sido disputadas mais onze partidas com cinco empates e seis vitórias do Atlético-MG, que, apesar do revés, mantém a supremacia no histórico de duelos entre ambos. Desde 1930, os rivais estiveram frente-a-frente em 87 ocasiões e o Galo levou a melhor por 35 vezes contra 27 do Tricolor e não houve vencedor em 25 situações.

Com o resultado positivo, o Fluminense atingiu os 37 pontos, subiu para o sétimo lugar na classificação do Brasileiro e, na quinta, tem mais uma oportunidade de, finalmente, entrar no seleto grupo dos quatro primeiros da competição, o que asseguraria presença na Taça Libertadores da América.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

A partir das 19h30 (de Brasília), novamente no Giulite Coutinho, em Édson Passos, recebe a Chapecoense. Nos mesmos dia e horário, o Atlético-MG, que, diante do revés, manteve-se na terceira posição com 42 pontos, busca não perder o contato com o Palmeiras (líder) e Flamengo (vice). Para isso, necessitará derrotar, na Arena Independência, em Belo Horizonte, o Sport. 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo