Neste domingo (18), o Atlético Mineiro jogou o clássico contra o Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro de Futebol. A partida ficou no empate de um a um para os dois times. O sol estava escaldante (trinta e cinco graus) na capital de Minas e houve muitos tumultos nos gramados e fora dele.

O resultado não foi bom para nenhum dos times mineiros em termos de classificação. O Galo está na 3ª posição da tabela, com 46 pontos, e se distanciou do 1º colocado, o Palmeiras, que tem 51 pontos.

O 2º do brasileiro é o Flamengo, com 50 pontos.O time celeste se encontra na 15ª pontuação da tabela e se afastou um pouco da zona da degola. Os times de Minas Gerais precisarão "fazer figa" para que os adversários tropecem nos próximos jogos.

O treinador do Atlético, Marcelo Oliveira, mudou o esquema tático do time no clássico e iniciou o jogo com Clayton no lugar do Urso (Pratto), que ficou no banco de reservas.Foi uma surpresa para os que acompanham o Galo, pois se esperava que o técnico alvinegro iniciasse a partida com a mesma composição de jogadores dos últimos jogos.

Mas Marcelo preferiu modificar o elenco, pois Lucas Pratto não vem mostrando um bom futebol nas últimas rodadas.

A mudança deu certo e Clayton abriu o placar no 1º tempo e levou os dois mil e duzentos atleticanos à loucura. Parecia que o Galo venceria o clássico, mas o Cruzeiro no final do 2º tempo deixou tudo igual. O jogador Robinho foi quem mandou para o fundo da rede, após ganhar a bola de Elber já no entardecer do Mineirão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Cruzeiro Brasileirão

A torcida celeste gritou eufórica e os quarenta mil torcedores cruzeirenses se entusiasmaram nas arquibancadas. O empate não foi bom para os times em campo e seria necessário que corressem atrás do desempate. Para o time azul ganhar o jogo faria com que ficassem longe do rebaixamento. Já para os atleticanos a vitória significaria um melhor posicionamento na tabela de classificação do Brasileirão.

O resultado não deixou nenhum clima de comemoração para os clubes mineiros.

Marcelo e Mano Menezes terão muito trabalho pela frente e não poderão deixar escapar nenhuma vitória.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo