A diretoria do Palmeiras segue o planejamento para 2017. Como a atual gestão contratou muitos atletas, chegou a hora de rever alguns negócios. Nesta quarta-feira, o clube anunciou o empréstimo do atacante Mazinho para o Santa Cruz. O time do Nordeste deve ficar com o atleta até dezembro, mas tem chances de aumentar o tempo de vínculo do contrato. 

Mazinho chegou no Palmeiras em 2012. Após boas temporadas no Oeste, o jogador chamou a atenção do técnico Luiz Felipe Scolari. Com um bom começo, o jogador praticamente garantiu a classificação do Verdão para a final da Copa do Brasil daquele ano ao marcar dois gols contra o Grêmio, no Estádio Olímpico. 

Após conquistar o título Nacional, o Alviverde acabou rebaixado no Brasileiro.

Sem espaço, Mazinho foi para o Futebol japonês e defendeu o Vissel Kobe. Quando voltou em 2014, foi emprestado para o Coritiba. Mais uma vez, não teve bom desempenho e foi devolvido. 

Em 2016, foi repassado para o Oeste, time que o revelou. Disputou 33 partidas e marcou apenas 4 gols. Na carreira, Mazinho defendeu também América-RN, São Caetano, Marília e Noroeste. 

Planejamento

A saída de Mazinho já estava nos planos da diretoria. Quando retornar em dezembro, deve ser emprestado novamente. A atual gestão ainda discute com o técnico Cuca a sua permanência. O treinador recebeu forte sondagem para retornar ao futebol chinês. Como é de conhecimento, propostas chinesas são bastante tentadores em termos financeiros, e Cuca até declarou em entrevista que o retorno seria bastante interessante. 

Paulo Nobre, presidente do clube, deixará o cargo em dezembro.

Os melhores vídeos do dia

Estatutariamente, Nobre não pode se reeleger já que tem dois mandatos completos (um deles termina exatamente no fim do ano). Antes de deixar a cadeira, deve se esforçar bastante pela permanência do treinador. Maurício Galliote, provável sucessor de Nobre, também é totalmente a favor de que Cuca continue. 

Indícios

Cuca participa ativamente do planejamento. Indicou inclusive alguns nomes para a diretoria contratar visando a Copa Libertadores 2017 (caso seja classificado). O dinheiro da venda de Gabriel Jesus será usado para tal fim.