Na noite desta quinta, em evento que contou com a presença de 350 pessoas no Salão Nobre das Laranjeiras, dentre elas, o ex-presidente do clube e responsável pelo surgimento da "Máquina Tricolor" dos anos 70, Francisco Horta, além de Deley e Gil, dois ídolos da história do futebol da equipe carioca, Cacá Cardoso lançou oficialmente a sua candidatura para assumir a presidência do Fluminense pelos próximos três anos. Acompanhado do seu vice Diogo Bueno, o conselheiro, dentre outros projetos, revelou, em um discurso emocionado, que, se eleito, brigará para conseguir fazer parte da próxima gestão do Maracanã.

"Não podemos permitir que o arquirrival fique com a administração lá sozinho.

Isso essas pessoas da nossa equipe têm falado conosco. Brigaremos, no bom sentido, para estar no Maracanã, com ou sem arquirrival", disse Cacá sem citar nominalmente o Flamengo, que, segundo informações de bastidores, vem articulando formar um pool com outras grandes empresas para assumir a administração do Maracanã.

Recentemente, Mário Bittencourt e Pedro Abad, outros postulantes à cadeira ocupada por Peter Siemsen nos últimos seis anos, declararam que têm a intenção de construir um estádio próprio para o Fluminense. Já para Cacá, esse tipo de investimento, por enquanto, é praticamente inviável.

"Não adianta eu prometer estádio novo se tenho uma dívida de R$ 400 milhões. No barato, são mais R$ 400 milhões. É mais certo apresentar um estádio que o torcedor já é acostumado, já viu o clube ter importantes conquistas", complementou o candidato, reforçando o desejo de estar no Maracanã.

Os melhores vídeos do dia

No dia 31 de outubro, novamente no Salão Nobre das Laranjeiras, será a vez de Celso Barros, ex-presidente da Unimed, empresa médica e que, de 1999 até o final de 2014, era a grande investidora do futebol do Fluminense, oficializar a sua participação no pleito do próximo dia 26 de novembro, das 9 às 18h (de Brasília), na sede de Álvaro Chaves.

Enquanto isso, o técnico Levir Culpi encerrou, pela manhã de quinta, a preparação do Fluminense que, nesta sexta, às 19h30 (de Brasília), no seu retorno ao Maracanã após quase um ano, encara o Vitória-BA pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 47 pontos e em nono lugar na classificação, o Tricolor precisa vencer o time baiano para continuar lutando por uma das seis vagas brasileiras na Taça Libertadores do ano que vem.