Confusão, indecisão e muito bate-boca no clássico entre Flamengo e Fluminense. O tricolor deverá pedir a anulação do jogo. Após derrota contra o Flamengo no jogo pelo campeonato brasileiro nesta quarta-feira (12), em Volta Redonda, o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, anunciou que recorrerá à justiça desportiva para cancelar o duelo. De acordo com o dirigente, o fato da anulação do segundo gol do Fluminense ter vindo de interferência externa descumpre uma regra do jogo.

Peter afirma que é um grande defensor do uso de vídeo, porém ele ainda não é regularizado e a regra tem que ser aplicada igualmente para todos.

Em entrevista ao UOL Esporte, Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, disse em tom de deboche que a tentativa do Fluminense em anular a partida nos tribunais seria ridícula. O desabafo de Peter, no entanto, foi longo. Ele pediu parcialidade da arbitragem, seguindo o mesmo modo de pensar do diretor executivo Jorge Macedo.

O lance que levou à reclamação ocorreu aos trinta e nove minutos do segundo tempo. Após Gustavo Scarpa cobrar falta, Henrique, de cabeça, mandou para o fundo da rede do Flamengo. No entanto, Emerson Augusto de Carvalho, bandeirinha da partida, marcou impedimento no lance. Em seguida, após conversar com o auxiliar, o árbitro Sandro Meira Ricci deu como legal o gol ocasionando uma grande confusão.

Devido à indecisão, a partida ficou suspensa por 13 minutos, e os reservas dos dois times entraram em campo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Flamengo

Para assegurar a segurança do árbitro e seus auxiliares, a Polícia Militar entrou no gramado. Ao término da confusão, Sandro Meira Ricci anulou o gol do Fluminense, voltando novamente atrás em sua decisão.

Depois da polêmica com o Corinthians, pela Copa do Brasil, na qual muitos jogadores reclamaram excessivamente da arbitragem, o Fluminense tomou a decisão de não permitir o envolvimento dos atletas em reclamações sobre os árbitros.

Todos foram aconselhados a não ceder entrevistas à imprensa com a intenção de evitar possíveis punições.

Com este resultado, o Fluminense segue com quarenta e seis pontos, caindo para sexta posição – ultrapassado pelo Botafogo. O tricolor volta a jogar na próxima segunda-feira, e enfrentará o São Paulo, em Edson Passos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo