Próximo de ser Campeão Brasileiro, o Palmeiras segue pensando em 2017. A diretoria do Alviverde ainda não tem algumas certezas, mas segue tentando resolver os problemas. 

Alexandre Mattos, por exemplo, tem contrato até o fim de dezembro. Maurício Galiotte, futuro presidente, negocia com o executivo por mais dois anos. O trabalho feito no clube foi avaliado com muito positivo pelo futuro novo mandatário. 

Além de algumas renovações em andamento, o clube se volta para novas contratações.

Publicidade
Publicidade

O alvo da vez é Raphael Veiga, meio campo do Coritiba. O Alviverde pagará 10 milhões por 60% dos direitos econômicos do jogador. Além disso Veiga pediu e exigiu um contrato mais longo, e Mattos também aceitou tal imposição. 

Veiga tinha acertado um contrato com o Coritiba mas voltou atrás. A proposta do Palmeiras foi mais tentadora. O Corinthians, grande rival do Alviverde, tentou atravessar o negócio, mas se viu impotente por causa dos valores colocados na transação. As dívidas em relação à arena de Itaquera impedem o clube de realizar qualquer tipo de 'loucura'.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Nobre bravo

O torcedor do Palmeiras que acompanha os noticiários raramente viu Paulo Nobre, atual presidente, nervoso em suas declarações. Nesta sexta-feira, Nobre e Mattos falaram na coletiva após o treino. O técnico Cuca estava agendado para falar, mas a assessoria mudou na última hora. 

Nobre disse que nenhum time iria ganhar o campeonato na 'mão grande' e considerou a anulação do gol do Fluminense contra o Flamengo uma verdadeira 'reunião de condomínio' em campo. 

Questionado por jornalistas se o Palmeiras iria entrar com alguma representação na CBF, Nobre disse que o Alviverde não participou do jogo, mas acredita que o Fluminense tomará alguma ação cabível. 

Mina joga

Yerry Mina, que veio de jatinho particular para tentar enfrentar o Cruzeiro, não se recuperou à tempo de dores na coxa.

Publicidade

Após alguns dias de tratamento, o zagueiro destaque da seleção colombiana está de volta e deve jogar. Com isso, Edu Dracena será banco de reservas. 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo