A disputa entre Flamengo e Palmeiras, ao que parece, não está acontecendo somente através de pontos, mas também, por conta de supostos erros de arbitragem. Depois da polêmica em um gol anulado no clássico Fla x Flu, que possibilitou a vitória do Rubro-Negro e gerou críticas da direção do Verdão, ontem (16) foi a vez do Flamengo, através do seu dirigente, Eduardo Bandeira de Mello, disparar contra a arbitragem do jogo entre Palmeiras e Figueirense, no mesmo domingo.

De acordo com o presidente, o time paulistateria sido beneficiado pelo árbitro que teria dado um pênalti irregular ao Palmeiras.

O jogo terminou 2 a 1 para o Palmeiras – que abriu quatro pontos de diferença na liderança do Campeonato Brasileiro de 2016. O próprio Flamengo, no mesmo dia, tropeçou contra o Internacional em Porto Alegre perdendo de 2 a 1, em uma virada do time gaúcho. “Eu pretendia mostrar a alguns de vocês o pênalti que resultou no primeiro gol do Palmeiras, mas acho que não, eu sei que não foi pênalti.

Se isso foi pênalti, o Guerrero sofre uma dúzia de pênaltis por jogo”, explicou o comandante Rubro-Negro. Bandeira ainda lembrou que no jogo de Santa Catarina aconteceu um pênalti para o Figueirense e, de acordo com ele, o juiz da partida não deu.

“Aliás, falaram que também houve pênalti a favor do Figueirense hoje”, disparou Bandeira contra o Palmeiras. No meio da semana passada, na quarta-feira, Sandro Meira Ricci havia anulado o gol que daria o empate no clássico entre Flamengo e Fluminense e, naquela oportunidade, o presidente do Verdão concedeu uma coletiva de imprensa para demonstrar a sua total descrença naquele lance e, inclusive, ele afirmou que o time carioca, que ainda se encontra na segunda posição do Brasileirão, tem sido beneficiado pela arbitragem e já está acostumado com isso.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Palmeiras Flamengo

Essa declaração rendeu, pois não demorou muito para o próprio Bandeira, presidente do Flamengo, vir a público e detonar a diretoria do Verdão. “Tem sido assim. E ainda temos que ouvir pessoas falarem em pouca vergonha”, disse o dirigente carioca. Ele ainda acrescentou que o fato da direção do Palmeiras convocar a imprensa somente para debater se um jogador estava impedido ou não, no clássico Fla x Flu, pode ‘manchar’ o Campeonato.

Para ele, esse assunto cabe somente ao juiz decidir se o jogador do Fluminense estava ou não estava impedido.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo