Na manhã desta sexta, o Fluminense realizou, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, mais uma atividade e praticamente definiu a equipe que, no domingo, a partir das 19h30 (de Brasília), encara, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina, o Figueirense pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Precisando vencer para continuar buscando uma vaga na Taça Libertadores do ano que vem, o Tricolor deverá vir bastante modificado em relação ao último jogo quando foi derrotado pela Ponte Preta por 1 a 0 no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Com as ausências de Gustavo Scarpa (terceiro cartão amarelo) e Douglas (expulso), o técnico interino Marcão optou por uma formação bastante ofensiva. como esperado, no setor defensivo, Gum e Wellington Silva, alvos de fortes críticas por parte dos torcedores, perderam espaço. O primeiro esteve em campo e treinou entre os reservas. Já o segundo ficou na academia para recondicionar a parte física. Na zaga, o jovem Ygor Nogueira formará dupla com Henrique, enquanto Igor Julião, outro formado nas categorias de base da própria agremiação das Laranjeiras, será o dono da lateral-direita.

A surpresa ficou para o meio. Marquinho, que vinha atuando como titular, foi sacado, Cícero, recuado para a função de segundo volante e Danilinho ganhou uma oportunidade. Para complementar, três atacantes: Wellington, que volta de suspensão, Richarlison e Henrique Dourado.

Inicialmente, Marcão dirigiu um coletivo. Logo em seguida, deu atenção às jogadas ensaiadas de bola parada. Danilinho e Wellington eram os responsáveis pelas cobranças de falta laterais.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

No final, Richarlison e Henrique Dourado treinaram conclusões ao gol.

Na manhã de sábado, haverá novo treinamento no CT Pedro Antônio. Logo em seguida, a delegação embarca para o local da partida. Com 49 pontos, o Fluminense ocupa, até o momento, o 11º lugar no Brasileirão. Para adquirir o direito de ir à Libertadores, precisa, além de vencer os seus próximos compromissos (no dia 4, recebe, a princípio, no Maracanã, o Internacional), torcer por tropeços de Corinthians, Ponte Preta e Grêmio.

Além disso, necessita que o Atlético-MG reverta a desvantagem de 3 a 1 sofrida para o Grêmio e na quarta que vem, em Porto Alegre, conquiste o título da Copa do Brasil.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo