O empate de 1 a 1 diante o Atlético-PR, em um Maracanã recebendo um público superior a 43 mil pagantes, fez crescer ainda mais a revolta dos torcedores do Fluminense com o atual elenco do time carioca. Por intermédio das redes sociais, vários tricolores citavam lances do jogo ocorrido na tarde da última terça e pediam mudanças por parte da diretoria que virá depois das eleições presidenciais do clube, marcada para o próximo dia 26 de novembro, nas Laranjeiras.

"Marcão disse que não faltou empenho dos jogadores. Gum se empenhou para fazer gol contra e William Matheus para fazer pênalti. O segundo conseguiu", postou, no Twitter, Silvio Junior, tendo coro, na mesma ferramenta, em Matheus Duque.

"Como o time pode frustrar uma torcida dessas? A coisa mais linda do mundo! Maracanã lotado! Espetacular! Esse time não nos merece", resumiu.

Com o tropeço em casa, o Flu atingiu a incômoda marca de sete partidas seguidas sem vencer na temporada e, somando 49 pontos, ocupa o oitavo lugar na classificação, mas pode ser ultrapassado pelo Grêmio, que ainda atua pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro (quinta, às 19h30 de Brasília, no Morumbi, contra o São Paulo).

Além disso, caso o Corinthians derrote o Figueirense no Orlando Scarpelli, em partida que acontece nesta quarta, às 21h45 (de Brasília), o Tricolor ficará mais distante de uma das seis vagas para a Taça Libertadores da América do ano que vem.

Sem tempo para lamentações e buscando reencontrar o caminho das vitórias, o Fluminense volta a campo no domingo que vem, a partir das 17h (de Brasília). No Moisés Lucarelli, em Campinas, enfrentará a Ponte Preta.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Para esse compromisso, o técnico interino Marcão não contará com um dos poucos destaques da equipe no momento: o atacante Wellington, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Richarlison deve ser o seu substituto. Outra possível alteração é a saída de Marquinho, que não atuou bem contra o Atlético-PR. Nesse caso, o esquema 4-5-1 pode ser mantido com a simples entrada de Douglas ou alterado para um sistema mais ofensivo com a entrada de Marcos Júnior ou Henrique Dourado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo