Nas primeiras horas desta segunda, veio a informação de que o Fluminense enfrentaria o Internacional no Mário Helênio, em Juiz de Fora. na parte da tarde, no entanto, o presidente do clube carioca, Peter Siemsen, negou a possibilidade de vender o mando do clássico do próximo domingo, às 17h (de Brasília), válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

"Nenhuma chance de sair do Rio de Janeiro", resumiu o mandatário em entrevista concedida ao Net Flu.

O duelo, porém, sofreu uma pequena mudança. Anteriormente programada para o Maracanã, a partida acontecerá no estádio Giulite Coutinho, em Édson Passos, distrito da região metropolitana do Rio de Janeiro, local bastante utilizado pelo Tricolor ao longo desse ano. A transferência se deu para atender um pedido da equipe das Laranjeiras, que, quase nenhuma aspiração, exceto uma vaga na Copa Sul-Americana, busca reduzir um possível prejuízo financeiro.

Se, para o Fluminense, o jogo pode ser considerado um "amistoso de luxo", em relação ao Internacional, é compromisso de "vida ou morte", uma vez que o Colorado necessita única e exclusivamente da vitória. Caso contrário, será, pela primeira vez em sua história, rebaixado à Série B da principal competição do futebol nacional.

Com 49 pontos, o Flu ocupa, no momento, o 12º lugar no Brasileirão. Enquanto isso, o Internacional alcançou 42 pontos e está na 17ª posição do certame nacional.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Cariocas e gaúchos buscam supremacia sobre o outro em 2016

Duas das mais tradicionais agremiações do futebol brasileiro, Fluminense e Internacional, além de seus objetivos na Série A, também buscam uma supremacia sobre o outro nessa temporada. Nos confrontos anteriores, empates, ambos por 2 a 2.

No dia 23 de março, o Mané Garrincha, em Brasília, viu Osvaldo marcar duas vezes para o Tricolor e Vitinho, também em duas ocasiões, balançar as redes a favor do Colorado em uma das semifinais da Copa da Primeira Liga.

Nos pênaltis, o Flu, que acabaria se sagrando campeão do torneio, eliminou o rival pelo placar de 3 a 2. No dia 07 de agosto, Gustavo Scarpa, com dois gols, parecia que seria o herói tricolor, mas Seijas e Fernando Bob livraram o Inter de um tropeço em pleno Gigante da Beira-Rio, em Porto Alegre.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo