Faltando duas rodadas para o encerramento do Brasileirão 2016, a direção do São Paulo decidiu por demitir o técnico Ricardo Gomes. O anúncio da saída do treinador foi feito pelo diretor-executivo do Tricolor paulista, Marco Aurélio Cunha, na manhã desta quarta-feira (23), após Ricardo comandar o treinamento coletivo.

A troca do treinador causou surpresa junto a imprensa esportiva, principalmente depois de que o próprio presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros ter anunciado, há alguns dias, que Ricardo Gomes seria o treinador para a próxima temporada.

Na oportunidade, incusive a contratação do Rogério Ceni como técnico foi descartada.

No entanto, a direção do São Paulo optou pela mudar um treinador que, na verdade, nunca chegou a empolgar a torcida. Se é verdade que Ricardo Gomes livrou o Tricolor do rebaixamento, não é menos verdade que muito mais do que isso não fez. No momento, o São Paulo é 13º na tabela de classificação do Brasileirão 2016, apenas a seis pontos da zona de rebaixamento.

Isso não garante classificação para a Libertadores e nem para a Sul-americana no próximo ano.

Rcardo deixa o São Paulo com um aproveitamento de 42,59%, onde, em 18 partidas, conquistou seis vitórias, cinco empates e sete derrotas, O ex-treinador do Tricolor foi contratado depois do bom trabalho realizado no Botafogo do RJ, no ano passado, que resultou no retorno do clube carioca para a Série A. Ricardo sucedeu o Edgardo Bauza, que se demitiu para assumir o comando técnico da Seleção Argentina, e Ricardo Jardine.O Tricolor paulista será treinado até o final do campeonato pelo interino Pintado, ex-jogador do clube.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
São Paulo FC

Ricardo Gomes é o terceiro técnico a ser demitido nas últimas rodadas do Brasileirão 2016. Há duas semanas, o Fluminense dispensou Levir Culpi, quando restavam quatro partidas para o encerramento da competição. No domingo passado, o Internacional encerrou o contrato do Celso Roth, quando restavam três partidas para o final do Campeonato Brasileiro. Isso faz parte tão já tão criticada cultura do futebol brasileiro de não dar continuidade ao trabalho dos seus técnicos de futebol.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo