O trágico Acidente que vitimou 71 pessoas, entre eles jornalistas e integrantes da Chapecoense, gerou comoção e solidariedade imensas no Brasil e no mundo. Diversos times, jogadores, jogos de campeonatos europeus, atletas de outros esportes, ex-jogadores, entre outros, prestaram suas homenagens.

A que se destaca é a do Atlético Nacional, que seria o adversário da Chape na final da Copa Sul-Americana, que enviou documento para que a Conmebol declarasse o time catarinense como campeão da competição, conseguindo assim, uma vaga na Libertadores 2017.

Publicidade
Publicidade

Num meio em que se envolve muito dinheiro e todos só pensam em ganhar de qualquer jeito, seja como for, muitas vezes até enganando árbitros e adversários, uma atitude como essa do clube colombiano destoa totalmente do que cerca o futebol e demonstra um ato de grandeza e nobreza. Depois dessa atitude, muita gente pelo mundo declarou que passaria a torcer pelo clube de Medellín.

Além disso, o Atlético Nacional prepara uma vigília em homenagem às vítimas em seu estádio na noite de hoje, 30, dia em que o jogo aconteceria.

Publicidade

Eles pedem para que seus torcedores se encaminhem ao estádio usando roupas brancas e levando velas.

A solidariedade continuou pelo mundo. Jogos de campeonatos europeus tiveram um minuto de silêncio em seus jogos como uma homenagem tem que ser: um minuto de um silêncio ensurdecedor. Gigantes como Real Madrid e Barcelona fizeram esse mesmo ato em seus treinos e o repetirão no clássico entre eles no sábado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Além disso, os técnicos de suas equipes também falaram sobre o assunto.

Tradicionais estádios pelo mundo e no Brasil como Wembley, Allianz Arena, Beira Rio, entre outros, também se coloriram de verde com a frase: "Força Chape".

E não parou por aí, a solidariedade se espalhou. O Benfica colocou seu elenco à disposição do clube brasileiro, assim como o Libertad, do Paraguai. O Racing, da Argentina, usará o escudo do clube catarinense.

O Galo pede para não enfrentá-lo na última rodada.

Já o Palmeiras pediu para jogar com a camisa da Chape, ideia que pode ser seguida por outros. Os quatro grandes de São Paulo já pediram que a Chapecoense tenha imunidade para o rebaixamento por três anos, além de proporem o empréstimo gratuito de jogadores. Clubes do Rio indicam que seguirão o mesmo caminho.

Torcedores de outros times fazem campanha para que as pessoas comprem camisas da Chapecoense e até se associem a ela.

Publicidade

Diversas pessoas estiveram, nessa terça, na Arena Condá. Lotaram o estádio onde o time escreveu sua história linda em homenagem a todos os mortos. Esses são só alguns exemplos porque as homenagens às vítimas são incontáveis por parte de clubes, jogadores, técnicos e torcedores (ou não) de todo o mundo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo