O glamour do Futebol representado pelos Carrões importados, motos possantes, iates, mulheres bonitas e até jatinhos está muito longe da dura realidade do futebol mundial e, principalmente, do futebol brasileiro.

A Federação Internacional de Futebolista Profissionais (FIFPRO), fundada em 1965, com sede na Holanda, acaba de concluir extenso estudo que envolveu entrevistas com cerca de 14 mil atletas profissionais para estabelecer o perfil do jogador de futebol.

As conclusões não são nada boas

A grande maioria dos jogadores, 83%, ganha menos de US$ 1 mil (R$ 3.500,00). Muitos deles, segundo a pesquisa, precisam de outro emprego para complementar a renda.

No caso do Brasil, apenas 1,1% dos jogadores ganham mais de R$ 50.000,00.

A instabilidade é quase uma marca registrada no futebol brasileiro. Na pesquisa, realizada em 54 países da Europa, Américas e África, os brasileiros são os que têm, em média, os contratos mais curtos.

Eis alguns números:

Jogadores que ganham menos de US$ 1mil (R$ 3.500,00)

No Brasil – 83%

No mundo – 45%

Jogadores com salários acima de R$ 50 mil mensais

No Brasil – 1%

No mundo – 7%

Jogadores que não têm cópia de seu contrato com o clube

No Brasil – 47%

No mundo – 8%

Jogadores que sofreram atrasos de salários nos últimos dois anos

No Brasil - 52%

No mundo - 41%

Jogadores que foram ameaçados por torcedores

No Brasil – 29%

No mundo – 10%

Jogadores que afirmam ter recebido proposta de suborno

No Brasil - 2%

No mundo – 11%

Jogadores que têm curso universitário ou treinamento profissional

No Brasil – 7%

No mundo – 12%

Duração média dos contratos

No Brasil - 11 meses

No mundo – 22 meses

Segundo levantamento da CPI do futebol, comandada pelo ex-jogador Romário e que acaba de ser concluída sem pedir a punição de ninguém, os dois ex-presidentes da CBF, José Maria Marin e Ricardo Teixeira, ganharam em salários, apenas como presidente do Comitê Organizador da Copa do Mundo no Brasil, em 2014, cerca de 11 milhões de reais, o que daria para bancar 10 times de futebol, durante um ano inteiro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo