A tragédia do voo Chapecoense, ocorrida próximo à cidade de Medellin na madrugada de terça-feira (29), deixou o Brasil em luto. Morreram 71 pessoas entre jogadores, comissão técnica, jornalistas e tripulantes. Desses, a maioria foi velado na Arena Condá, Chapecó.

Mas felizmente para muitos a tragédia está sendo contada como uma segunda chance dada por Deus. Foi o caso do jogador Alan Ruschel, que foi um dos 6 sobreviventes da queda.

Alan foi o primeiro a ser resgatado com vida no local dos destroços. Ele fraturou uma das vértebras e também teve uma lesão no abdômen. Em consulta com seu médico ortopedista, Marcos Sonagli, Alan disse que durante o voo precisou mudar de poltrona, assento na qual ele estava na hora da queda.

De início, o jogador não se lembrava que o avião tinha caído, conta Alissen Ruschel, irmã do jogador. “Meu pai, minha cunhada e os médicos contaram para o Alan o que havia acontecido, que ele e outras cinco pessoas receberam um milagre de Deus.”

O jogador estava respirando com a ajuda de aparelhos desde que foi socorrido. Segundo Alissen, a saúde do jogador “apresenta uma melhora a cada minuto”, diz a irmã emocionada e esperançosa ao mesmo tempo.

Sobreviventes

Além de Alan Ruschel, outras cinco pessoas também sobreviveram à queda. A maioria já está fora de risco, mas ainda precisam de cuidados médicos. Alan é sem dúvidas o que apresenta uma melhor recuperação. Veja o estado de saúde de alguns outros sobreviventes:

Rafael Henzel, jornalista. Seu estado de saúde é crítico, porém estável. Médicos acompanham seu desenvolvimento pulmonar.

Jackson Follmann, goleiro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Ele também respira sem a ajuda de aparelhos. Mesmo tendo sua perna amputada, seu estado de saúde é positivo. Ele já conversa com sua família.

Hélio Neto Zampier, zagueiro. Seu estado é crítico. Os médicos aguardam evolução do seu quadro para assim evoluir o tratamento.

Ximena Soarez, comissária de bordo. Segundo o boletim médico seu estado é estável e não corre risco. Nos próximos dias, ela deve receber alta.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo