Após o Corinthians tentar nomes como Dorival Jr, Paulo Autuori, Guto Ferreira e Reinaldo Rueda para comandar o time, achava-se que o provável comandante seria o português Marco Silva, que vinha sendo especulado no Timão pela imprensa de Portugal. Porém, o presidente Roberto de Andrade resolveu colocar Fábio Carille com a promessa de que o ex-auxiliar de Tite comandará a equipe no decorrer da temporada 2017.

Não é necessário puxar muito na memória do torcedor corintiano para lembrar que Roberto de Andrade já havia feito a mesma promessa ao próprio Fábio Carille e não cumpriu. Na ocasião, Fábio Carille era auxiliar de Cristóvão Borges, que mesmo confortável na zona da Libertadores foi demitido por Roberto de Andrade.

Carille mais uma vez assumiu o time e recebeu a promessa de que ficaria até o final do ano, com entrevista coletiva do presidente e tudo.

Acontece que mesmo com Fábio Carille indo razoavelmente bem, Roberto de Andrade, mais uma vez, optou por trocar o comando da equipe, descumprindo assim a promessa feita frente as câmeras de que Carille ficaria até o fim da temporada.

O fim dessa história a gente já sabe. Trouxe o técnico Oswaldo de Oliveira, que não conseguiu sequer classificar a equipe para a pré-Libertadores. Agora, mais uma vez a diretoria corintiana joga a batata quente nas mãos de Fábio Carille. A questão é: dessa vez ele terá tempo de mostrar trabalho?

A resposta é um sonoro não! Roberto de Andrade está apenas usando Fábio Carille para se esconder da sua responsabilidade como presidente, No primeiro resultado adverso ele vai demitir Carille e negociar um nome que "amanse" de verdade a Fiel, se é que o próximo treinador do Corinthians já não estará fechado com Andrade até lá.

Os melhores vídeos do dia

O Corinthians hoje sofre com uma administração terrível, e não digo isso por causa da efetivação de Carille. Porque ele é um bom técnico, ele sim é um bom profissional. Já Roberto de Andrade é amadorismo puro. Por isso, eu afirmo que o Corinthians não vai manter o Fábio Carille nem pelo menos até a fase mata-mata do Paulista, isso se ele chegar até lá!

Para falar a verdade, a sensação que tenho é de que enquanto Roberto de Andrade for o presidente todos os técnicos serão interinos. Sempre que o sapato dele apertar, vai demitir um treinador!

E o pior, Roberto de Andrade está próximo de cometer mais um grande erro. O Atlético mineiro fez uma oferta por Marlone, e Andrade tem uma dívida com o Galo em relação a contratação de Giovanni August. Ele pode ceder o meia em uma negociação dessa dívida.

É uma vergonha o que estão fazendo com o Corinthians, clube de tantas glórias. Chego a dizer que em termos de mídia e verba, indiscutivelmente, é o maior do Brasil! Infelizmente, se nada mudar, o corintiano, assim como os torcedores do Inter de Porto Alegre, já sabem onde esse roteiro termina!

Depois de tudo o que foi falado aqui, eu não poderia terminar esse artigo dizendo outra coisa que não fosse:

Roberto de Andrade, UM DOS PIORES PRESIDENTES QUE O FUTEBOL BRASILEIRO JÁ VIU!!!