Um dos destaques do Futebol brasileiro na temporada de 2016, Marinho virou objeto de cobiça de clubes nacionais e do exterior. O atacante é especulado em times como Flamengo, Botafogo e o Changchun Yatai, da China.

Ao Globo Esporte, Jorge Machado, procurador do atleta, disse que não há nada de concreto em relação ao destino do jogador para o próximo ano. Em declaração ao portal, ele afirmou que não acertaria o jogador com outro clube sem que a conivência da diretoria do Vitória.

Publicidade
Publicidade

Segundo o representante do jogador, tudo o que foi publicado até agora não passa de "especulação".

Machado também negou que algum clube da China o tenha procurado. O representante do atacante voltou a falar em "especulação" e ressaltou que não conversou com ninguém de fora do país. Ele só confirmou uma conversa com o Flamengo, por meio de Rodrigo Caetano, gerente de futebol do clube carioca. Segundo o procurador, o rubro-negro tem prioridade no caso de uma negociação pelo atacante, mas destacou que tudo ainda será analisado.

Publicidade

Goleador

Aos 26 anos, Marinho vive sua melhor fase na carreira. O alagoano foi descoberto pelo Fluminense, tendo passado pelo Internacional em seguida. O atacante passou por vários empréstimos, indo para o Caxias, Paraná, Goiás e Ituano.

Reforçou o Náutico em 2014 e chegou ao Ceará para a temporada seguinte. Ajudou o Vovô a ganhar a Copa do Nordeste, chamando a atenção do Cruzeiro. Chegou à Raposa no mesmo ano, mas foi pouco aproveitado na equipe titular.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Flamengo

Em 2016, Marinho reforçou o Vitória, ajudando o time rubro-negro a vencer o Campeonato Baiano. No Brasileirão, o Vitória lutou contra o rebaixamento, mas contou com os gols do atacante para não terminar a disputa nas últimas posições.

Marinho se destacou neste ano pela criação de jogadas, além dos dribles e finalizações. Ao todo, o atleta marcou 12 gols durante o Campeonato Brasileiro - a mesma quantidade de Gabriel Jesus, astro do campeão Palmeiras - , contribuindo para que o Vitória ficasse em 16º lugar.

Na Copa do Brasil, marcou seis gols e foi o artilheiro da disputa.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo