Uma declaração de Nenê promete movimentar o mercado brasileiro nos próximos dias. O camisa 10 vascaíno afirmou em entrevista que 'voltou para o Brasil para ficar próximo dos filhos e no Rio não está conseguindo'. Apesar de afirmar que está muito feliz no Vasco da Gama, Nenê não negou que uma proposta de algum clube de São Paulo poderia ser analisada com mais carinho.

"Eu sou muito feliz no Vasco, só que a gente nunca sabe o que pode acontecer ou não. Não posso dizer se eu aceitaria ou não. Mas realmente a gente pensa as coisas de uma maneira diferente do que pensava há meses, há anos. (...) Estou curtindo as minhas férias, ficando com a minha família, com os meus filhos.

Eu vim para o Brasil para isso. Poderia ser um dos motivos para que eu aceitasse sair. (...) Mas a realidade é essa. Eu voltei para o Brasil para ficar perto dos meus filhos, e no Rio eu não estou conseguindo ficar o tempo que eu gostaria", disse Nenê.

Temporada de altos e baixos

Desde seu retorno ao Brasil no meio de 2015, Nenê tem sido o maestro do Vasco da Gama em campo. O jogador foi um dos responsáveis pela arrancada do clube na reta final do Brasileirão do ano passado que quase culminou com uma improvável e heroica permanência na Série A. Em 2016, o meio-campista foi um dos destaques do título Carioca invicto do time da Colina e teve seu contrato renovado até o final de 2018, em meio às muitas especulações sobre sua saída. Já na disputa da Série B, o jogador teve um início excelente, marcando muitos gols e participando diretamente de outras jogadas decisivas, mas sofreu com algumas lesões na segunda metade da competição e não demonstrou tanto poder de decisão nas partidas finais.

Os melhores vídeos do dia

Oportunidades em São Paulo

Se decidir mudar de clube, certamente Nenê não terá muitas dificuldades perto da família. Os 4 grandes clubes de São Paulo sofrem com a carência de criatividade no meio-campo e poderiam contar com o jogador como peça fundamental para próxima temporada. O Santos, clube que Nenê já teve boa passagem, tem investido forte na contratação de Alejandro Guerra, do Atlético Nacional, mas a concorrência do Palmeiras parece ter esfriado as negociações. O Verdão, por sinal, ainda busca um homem para organizar as jogadas e diversos nome têm sido especulados no clube. O São Paulo é o destino mais provável, caso alguma negociação ocorra. O time do Morumbi já fez investidas por Gustavo Scarpa, Cícero e Ricardo Goulart, mas Nenê pode ser um investimento bem mais baixo que o esperado. Por fim, o Corinthians está tentando se reestruturar após muitas mudanças recentes no elenco e busca um companheiro para Marlone no meio-campo. Resta aguardar as cenas dos próximos capítulos.