O Palmeiras anunciou, nesta terça-feira (27), a contratação do meia venezuelano Alejandro Guerra, de 31 anos. Ele estava no Atlético Nacional, da Colômbia, e foi considerado um dos destaques da equipe durante a campanha do título da Taça Libertadores da América deste ano.

Guerra chegará ao Verdão em janeiro, quando fará os exames médicos para a assinatura do contrato.

Em 2016, o Palmeiras faturou o título do Campeonato Brasileiro.

Para a temporada do ano que vem, o Verdão terá a Taça Libertadores da América como principal missão. Na competição internacional, a equipe palestrina vai encarar o Peñarol (Uruguai), o Jorge Wilstermann (Bolívia) e um time que virá da fase preliminar.

Além da Libertadores, o Verdão também terá pela frente no ano que vem as disputas do Campeonato Paulista, da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro.

Alejandro Guerra

O jogador foi revelado no Caracas, time de seu país natal. Pelo clube da capital venezuelana, Guerra foi cinco vezes campeão nacional (2003-04, 2005-06, 2006-07, 2008-09 e 2009-10).

Na Venezuela, Guerra também passou por Deportivo Anzoategui e Mineros de Guayana. Em 2014, o jogador chegou ao Atlético Nacional, da Colômbia, onde acabou se despontando.

Com a camisa do Nacional, Guerra venceu o Torneio Finalización do Campeonato Colombiano de 2015.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Também foi campeão da Superliga Colombiana e da Copa Colômbia, ambas neste ano.

Foi na Taça Libertadores que Guerra teve seu melhor desempenho. Guerra foi o primeiro jogador venezuelano a ser campeão da disputa, quando o Atlético Nacional faturou o título em cima do Independiente del Valle. Ele faturou o prêmio de melhor jogador da Libertadores, sendo o primeiro de seu país a receber tal distinção.

O jogador ainda apareceu na seleção ideal da disputa.

Com a camisa do Atlético Nacional, Alejandro Guerra jogou também o Mundial de Clubes da Fifa. Fez um dos gols na vitória sobre o América do México, na partida que deu o terceiro lugar ao time colombiano.

O meia também tem passagens pela seleção venezuelana. Disputou três edições de Copa América com a camisa Vinotinto.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo