O Campeão Brasileiro 2016 está reforçando ainda mais o seu elenco para os torneios importantes que disputará no próximo ano.

Na linha de frente está Alexandre Mattos, diretor de Futebol e nome forte na cúpula do time de Parque Antarctica, com carta branca para contratar os melhores, e mais viáveis, é claro, jogadores, ainda que as finanças estejam, literalmente no verde com o patrocínio de mais de R$ 77 milhões com a Crefisa/FAM, empresas do casal José Roberto Lamacchia e Leila Pereira.

Depois de um início conturbado com dezenas de contratações que não vingaram e cujos atletas foram emprestados para outros times, fato que deixou Mattos exposto às críticas de diretores, conselheiros e torcedores, o dirigente ganhou fôlego extra com as conquistas da Copa do Brasil 2015 e, principalmente, com as negociações que resultaram em um Palmeiras imbatível em 2016. Neste ano, o zagueiro Mina, o meia Tchê Tchê e o atacante Róger Guedes, entre outros, foram destaques na temporada e validaram a renovação do contrato entre o clube e o diretor de futebol.

Para o ano de 2017, o Palestra Itália tem como metas a conquista da Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes da FIFA e por esses grandes desafios não medirá esforços para compor um elenco tão competitivo quanto foi o que venceu o Brasileirão deste ano sob a batuta do técnico Cuca.

Desta forma, todos os setores deverão receber novos jogadores como o meio campo, por exemplo, que tem um atleta do rival prestes a integrar o grupo palmeirense.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Aos 33 anos, Michel Bastos está acertando as últimas questões para rescindir seu contrato com o São Paulo e assinar com o Verdão, embora seu empresário, Emmanuel De Kerchove, tenha admitido apenas que ele está se transferindo para um clube que disputará a Libertadores 2017, sem revelar qual o time.

Durante o fim da temporada, Kerchove entrou em negociações com times franceses para que Michel voltasse ao país em que jogou por 7 anos, entre 2006 e 2013, mas não foi seduzido por nenhuma boa oferta recebida por lá.

Tendo seu vínculo vencendo no fim de 2017, para deixar o tricolor paulista Bastos deverá abrir mão de alguns valores que tem, ou tinha, a receber do time de Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Na disputa pelo meia também está o Santos, mas o Palmeiras tem prioridade na negociação por estar em conversas com o São Paulo desde as últimas rodadas do Campeonato Brasileiro quando tentou realizar uma troca entre Bastos e Rafael Marques.

Até agora, Alexandre Mattos garantiu a permanência dos principais atletas do time do Palmeiras e já contratou, neste fim de ano, meio campistas importantes como Guerra, Hyoran e Raphael Veiga.

No São Paulo desde 2014, Bastos disputou 121 partidas e marcou 22 gols.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo