Na semana que antecede o grande clássico contra o Barcelona, o Real Madrid anunciou nesta quinta-feira (1º), a lista dos jogadores que disputarão o Mundial de Clubes da FIFA, neste mês, no Japão. O grande desfalque dos Merengues será o atacante Gareth Bale, que passou por uma cirurgia no tornozelo e só voltará aos gramados em abril. O Real foi o vencedor da competição em 2014, ao derrotar na decisão o San Lorenzo, e busca sua segunda conquista com este novo formato.

Publicidade
Publicidade

Para o Mundial o técnico Zinedine Zidane relacionou os goleiros Keylor Navas, Kiko Casilla e Ruben Yanez. Para a defesa foram chamados Daniel Carvajal, Danilo, Pepe, Sergio Ramos, Varane, Fabio Coentrão, Marcelo e Nacho Fernandez.Para o meio de campo o time contará com Toni Kroos, James Rodríguez, Casemiro, Mateo Kovacic, Lucas Vasquez, Luka Modric, Marco Asensio e Isco. O ataque terá Cristiano Ronaldo, Karim Benzema, Mariano Diaz e Alvaro Morata.

Os espanhóis, assim como o Atlético Nacional da Colômbia, entram diretamente nas semifinais da competição. O time enfrentará no dia 15 o vencedor Jeonbuk Motors, da Coréia do Sul e campeão asiático, contra os mexicanos do América. Mamelodi Sundowns (da África do Sul e campeão da Champions africana) e Auckland City, da Nova Zelândia e vencedor da Champions da Oceania, também estão confirmados. Resta apenas a definição de quem será o representante do país sede, no caso o vencedor da J-League.

Publicidade

Homenagens

Assim como todo o mundo do futebol, o Real Madrid não deixou de prestar sua homenagem aos mortos no acidente aéreo com a delegação da Chapecoense. Na partida desta quarta-feira contra o Cultural Leonesa, os jogadores do time entraram em campo com uma camiseta escrito “Todos Somos Chapecoense”. Também foi respeitado um minuto de silêncio antes da bola rolar.

No dia anterior, o técnico Zidane já havia declarado em nome de todo o grupo que se solidarizava com as vítimas.

“Mandamos nosso pêsames ao clube e a toda sua torcida”, disse. “É uma tragédia, é complicado e difícil”, acrescentou o francês.

Leia tudo