As negociações deste início de ano para o Palmeiras já superaram a famigerada era Parmalat, quando o Verdão tinha como time a maior potência do Futebol brasileiro, cedendo dois jogadores para a Seleção Brasileira disputar a Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos, e outros 4 ex-jogadores na edição de 1998, que aconteceu na França.

O objetivo é formar um time forte para a disputa do principal torneio da temporada, a Copa Libertadores da América e, obviamente, o Mundial de Clubes da Fifa caso sagre-se campeão do continental.

Para tanto, a gestão de presidente, recém eleito, Maurício Galiotte manteve a confiança no diretor de futebol Alexandre Mattos para que o dirigente negocie e fortaleça o elenco de Eduardo Baptista com as melhores opções no Mercado da bola. Até agora, já foram oficializadas as contratações de quatro meias: Michel Bastos, Hyoran, Raphael Veiga e Alejandro Guerra; do atacante Keno e, no último fim de semana, uma das duas expectativas mais badaladas também foi confirmada: o volante Felipe Melo vestirá a camisa do Verdão por três temporadas.

Além dele, o Palmeiras busca o argentino Lucas Pratto para fechar o pacotão de contratações de renomados reforços.

Mas o Palmeiras não busca apenas obter boas peças para setores mais avançados como meio campo e ataque. Segundo o presidente da Ponte Preta, Vanderlei Pereira, o jovem zagueiro Antônio Carlos, de 23 anos, conhecido do técnico Eduardo Baptista, está a caminho do Verdão. A declaração foi dada nesta segunda-feira (09), quando o dirigente também afirmou que William Pottker não deixará a Macaca para vestir a camisa do Corinthians este ano.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Se confirmada a informação, o zagueiro será o sétimo contratado do Palmeiras para a temporada. Tendo atuado pelo Avaí, Flamengo e Corinthians e de propriedade da Tombense, time do empresário Eduardo Uram, Antônio Carlos estava em conversas com os dirigentes do time de Campinas, no interior paulista, para a renovação de seu vínculo mas a possibilidade de disputa da Libertadores fez o atleta preferir o Verdão, além de conhecer bem o treinador alviverde com quem trabalhou, no ano passado, durante o Campeonato Brasileiro.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo