O Flamengo disputará a Libertadores em 2017, e planeja onde irá jogar a competição. O clube fechou uma parceria com a Portuguesa da Ilha, dona do estádio onde o Botafogo fez suas partidas do Campeonato Brasileiro, a capacidade do estádio será de 20 mil pessoas, e, caso o Flamengo passe para a fase de mata-mata, irá precisar de um estádio com capacidade maior.

O presidente gostou da experiência que o clube teve em 2016, jogando duas partidas no estádio do Pacaembu, e considera uma boa possibilidade para jogos da Libertadores.

“É possível, nas fases posteriores, o Flamengo considerar o Pacaembu uma das novas casas. Nossa experiência foi tão boa que devemos repetir independente da Libertadores ou não”.

Caso resolva realizar seus jogos no Pacaembu, o Flamengo não deverá ter problemas, já que o estádio praticamente não recebe jogos de times paulistas.

Imbróglio com o Maracanã

Os dirigentes do clube carioca já afirmaram que, caso o estádio seja cedido à empresa BWA, não fará jogos no Maracanã.

O Flamengo emitiu nota oficial dizendo que a empresa não possui transparência e credibilidade.

Libertadores 2017

O rubro-negro está no grupo 4 da Libertadores, junto de San Lorenzo, Universidad Católica e o “Vencedor 1”, que virá de uma fase de mata-mata, podendo ser o Atletico-PR.

Contratações

Até agora, apenas um jogador foi anunciado, trata-se do lateral peruano Trauco, que estava no Universitário do Peru.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Flamengo

Os jogadores mais próximos do Flamengo são o meia Conca, o volante Romulo e o atacante Marinho. Os atletas do atual elenco voltarão de férias no dia 11 de janeiro para o início da pré-temporada, que será realizada no CT Ninho do Urubu.

Patrocínio milionário

Foi anunciado, no fim da semana passada, que o Flamengo acertou com uma empresa tailandesa de bebidas energéticas, chamada Carabao, um patrocínio de R$ 200 milhões por seis anos de parceria.

No primeiro ano, em 2017, o patrocínio ficará na manga do uniforme e renderá R$ 17 milhões ao ano. A partir de 2018, irá para a parte frontal da camisa como patrocinador master, rendendo R$ 35 milhões.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo