Ele foi um amuleto da sorte para a seleção de futebol da Alemanha, campeã da Copa do Mundo em 2014 no Brasil. O dançarino Tibúrcio colocou os alemães para dançar em todos os sentidos. De Neuer a Schweinsteiger, durante toda a Copa de 2014, Tibúrcio acompanhou a seleção tetracampeã mundial ensinando passos de danças de músicas populares brasileiras, como por exemplo, o hit “Lepo, Lepo”, do cantor Psirico.

Isto rendeu ao dançarino o status de talismã, uma espécie de mascote da seleção na época. E deu certo. Jogo a jogo a Alemanha foi desbancando os adversários, incluindo o Brasil, no fatídico jogo do 7 a 1, na semifinal, e levantando a taça no Maracanã, ao vencer na final a Argentina, de Messi e cia, por 1 a 0, gol de Gotze.

Tibúrcio virou celebridade instantânea e chamou a atenção da mídia internacional. Agora, o dançarino tem uma nova função: a de animador de torcida. E não é de qualquer torcida. Indicado pelo amigo e jogador brasileiro Rafinha, que atua pelo time alemão Bayern de Munique, Tibúrcio está em Chapecó. Ele pode ser visto em jogos da equipe na Arena Condá, animando os torcedores da Chapecoense, e desta forma, ajudando na reconstrução da equipe após a tragédia aérea ocorrida em novembro do ano passado. O animador deve ficar na cidade durante toda a temporada de 2017. Se para os alemães Tibúrcio foi um grande amuleto, para a Chapecoense não deverá ser diferente.

Durante a partida entre Chapecoense e Internacional de Lages, válida pela primeira rodada do campeonato Catarinense, neste domingo, dia 29, Tibúrcio estava no meio da torcida.

Os melhores vídeos do dia

Confira no vídeo abaixo, a partir dos 30 segundos, a presença do animador no segundo gol da equipe da casa. O jogo terminou em 2 a 1 para a Chapecoense:

De ex-morador de rua a animador de plateia

Até chegar a esta importante missão de ajudar a Chapecoense, Tibúrcio passou por muitas dificuldades e desafios. Chegou a morar na rua, mas o cantor e sambista Zeca Pagodinho lhe estendeu a mão. A vida começou a melhorar quando o artista ajudou Tibúrcio a ser contratado pelo programa dominical da Globo, o Domingão do Faustão.

Conheceu ainda o jogador Rafinha, que antes de ser uma das principais jogadores do Bayern, jogava pelo Coritiba. O atleta foi outro que ajudou Tibúrcio, tanto que os dois mantém laços de amizade até os dias atuais, e foi o responsável por apresentar o dançarino aos alemães e agora levá-lo a Chapecó.

Tibúrcio ensinado Schweinsteiger a dançar o Lepo Lepo: