Tentando esquecer o péssimo desempenho de 2016, o Corinthians continua de olho no mercado da bola para acertar com novas contratações e assim montar um forte elenco para buscar novos títulos nesta temporada. Apesar de mostrar muita vontade, a diretoria corintiana encontra dificuldades no mercadão, já que além de não estar em bom momento financeiro, o clube enfrenta a forte concorrência das equipes brasileiras.

Sem querer fazer altas investidas em novos atletas, o Timão estuda a possibilidade de repatriar o meio-campista Matheus Cassini, que está no Siracusa, clube que disputa a terceira divisão do Futebol italiano. Com 20 anos, o meia já teve passagens pelas categorias de base do Corinthians.

Sem oportunidades no profissional, Cassini foi envolvido numa negociação e acabou deixando o clube.

Apesar de todas as desavenças do passado, o jovem atleta deseja retornar ao Timão. De acordo com o portal "Lance", Matheus Cassini não está feliz na Itália, sendo assim, sua volta pode não ter grandes transtornos para os dirigentes alvinegros. O fato da diretoria do Corinthians ter mudado também anima o jogador que é bem conhecido pelo técnico Fábio Carille e pelo futuro auxiliar, Osmar Loss, que vai deixar o sub-20 em fevereiro e integrar a comissão técnica da equipe principal.

Sem saber se poderá contar com Cassini nesta temporada, o Corinthians já tem mais dois reforços confirmados de forma oficial: Maycon e Moisés. O Timão já havia confirmado a chegada de ambos os jogadores, mas foi neste domingo (01) que os nomes foram registrados no Boletim Informativo Diário (BID).

Os melhores vídeos do dia

Após atuar em grande estilo pelo Bahia em 2016, o lateral Moisés retorna ao clube de Parque São Jorge. Seu vínculo contratual está prestes a ser encerrado, mas a diretoria alvinegra já começou as tratativas para acertar sua renovação.

O volante Maycon volta ao Corinthians após ter seu contrato de empréstimo com a Ponte Preta encerrado. Ele havia deixado o clube por falta de oportunidades, mas agora pode atuar como titular na equipe comanda por Fábio Carille, já que o Timão está encontrando dificuldades no mercado da bola.