O Olympique de Marselha é a maior barreira atualmente do Corinthians para a contratação de Didier Drogba - o jogador já atuou por lá nos anos de 2003/04 e desde então a imprensa sempre especula uma possível volta do atacante ao clube.

Entretanto a torcida demonstrou neste domingo, 15, que não está receptiva a um possível retorno de Didier Drogba ao Olympique de Marselha. Com muitas faixas de protesto contra o retorno do craque marfinense, a torcida demonstrou toda sua insatisfação com o atacante.

Entre outras coisas, a torcida francesa chamou Didier de "bebê chorão" e disse; "você ganha mais em um mês do que nós em toda vida!".

- Pare de dizer que você ama o OM (Olympique de Marselha). Você ganha mais dinheiro em um mês do que nós na vida inteira. Não seja um bebê chorão e volte para a China – exibiu a torcida no Velódrome.

Depois do ocorrido, dificilmente Didier Drogba voltará a atuar pela equipe francesa, eliminando assim um forte concorrente do Corinthians na contratação do jogador de 38 anos.

As negociações com o atacante continuam em andamento. Um representante do Corinthians está em Londres tratando de convencer Drogba a vir jogar no Brasil, já que o jogador já declarou que não está mais em busca de altos salários, mas sim de jogar em um clube em que se sinta bem.

A ideia de trazer Drogba surgiu do marketing da equipe paulista, e o jogador receberá, caso aceite a proposta, cerca de 350 mil fixos mais bônus por produtividade, podendo assim chegar aos 500 mil.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Corinthians

A maior parte dos salários do craque marfinense será bancada por patrocinadores que estão interessados em trazer Didier Drogba para o Corinthians, aumentando assim a visibilidade de suas respectivas empresas.

Além de Drogba, o Corinthians espera por uma definição de Jadson em seu clube Tianjin Quanjian, o jogador tem contrato até o final de 2017 e pode acabar sendo liberado pela equipe chinesa para abrir espaço para novos estrangeiros no elenco.

No entanto, o que acaba pesando na decisão dos dirigentes chineses é o valor a ser pago ao meia caso eles decidam por liberar o jogador. Cerca de 18 milhões de reais é o que o clube chinês terá que pagar caso realmente dispense o meia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo