Na manhã dessa última terça-feira, 14, na cidade mineira de Varginha, o goleiro Bruno se apresentou pela primeira vez ao seu novo clube, o Boa Esporte. E ao participar do seu primeiro treino no clube mineiro, o jogador, que estava preso por ser um dos principais acusados de matar, esquartejar e ocultar o corpo de sua amante, Eliza Samudio, foi recebido com aplausos por boa parte dos torcedores que estavam prestigiando o início da jornada de Bruno como atleta do Boa. De acordo com um senhor chamado Lupércio, que estava aplaudindo o novo goleiro de seu time de coração, Bruno merecia uma segunda chance e o Boa Esporte fez isso.

Ele é um ídolo flamenguista e vai ser ídolo do Boa também. Ele errou? Errou, mas tem a chance de reabilitação”, disse o torcedor do clube do Sul de Minas Gerais. Cerca de vintes torcedores acompanhavam a movimentação de Bruno nos gramados do campo do clube mineiro, com bastante empolgação e aplausos. Além da boa receptividade, o recém-contratado do Boa também passou a ser tratado como uma espécie de celebridade do clube mineiro. Para comprovar isso, no momento antes e após o treino, Bruno recebeu alguns torcedores na saída do Centro de Treinamento para tirarem selfies e várias fotos. Após o momento com os novos fãs, Bruno saiu do local acompanhado de alguns advogados e empresários. "O Boa está abrindo as portas.

Estou muito feliz, motivado.", disse o jogador.

A apresentação oficial de Bruno ao Boa Esporte aconteceu no mesmo dia em que ele treinou no Centro de Treinamento da equipe. Apesar de ter postado em suas redes sociais que a contratação do goleiro não significava apoio algum a maus tratos contra mulheres, o presidente do Boa preferiu não anunciar publicamente quando seria a entrevista oficial do jogador, que aconteceu dez minutos antes da direção e do atleta se apresentarem oficialmente em entrevista coletiva.

De acordo com a direção do Boa, isso aconteceu para que se evitasse qualquer tipo de retaliação vinda de protestantes.

Na mesma semana, hakers invadiram o site oficial do Boa Esporte e expuseram alguns fatos de violência contra a mulher. Em seguida, a maioria dos patrocinadores do time mineiro anunciaram que estavam rompendo com a equipe do Sul de Minas por causa da contratação polêmica.

Não perca a nossa página no Facebook!