O atacante Emerson Sheik, de 38 anos, foi revelado para o futebol pelo São Paulo, onde atuou entre os anos de 1996 e 1999, quando se transferiu para o futebol japonês.

Em entrevista ao programa “Aqui com o Benja”, do canal fechado Fox Sports, que vai ao ar neste sábado á noite (11), o jogador comentou sobre a sua saída e tentou fazer uma piada com o Tricolor. Segundo Sheik, ele deixou o clube por uma certa fama estranha.

Publicidade
Publicidade

“São Paulo? Não é uma lembrança muito bacana. Eu descobri a tempo e meti o pé. O pessoal lá tem uma fama meio estranha. É o que dizem”, brincou o jogador.

Os são-paulinos, rapidamente, reagiram a esse trecho da entrevista que foi antecipado pela Fox Sports e deram respostas ao atacante através do Twitter e relembraram um episódio marcante na vida de Sheik fora das quatro linhas: o selinho que ele deu em um amigo.

Publicidade

Este internauta são-paulino fez uma pergunta.

Este outro já veio com a afirmação.

Para quem não viu a foto do beijo entre amigos, este perfil corintiano no microblog ajuda a relembrar a cena.

À época do selinho, Sheik recebeu duras criticas da torcida corintiana e chegou até mesmo a ser ameaçado pelas organizadas do clube, que entenderam o gesto como uma ofensa grave.

Após o comentário na entrevista concedida a Benjamim Back, Émerson Sheik afirmou que tudo era brincadeira.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

“Gente, é tudo brincadeira, hein!”

Sheik no São Paulo

A passagem do jogador pelo São Paulo não teve destaque à época. Somente tempos depois, quando foi descoberto que Sheik atuava com documentos adulterados é que houve repercussão de sua passagem pelo Tricolor.

Depois do São Paulo, Sheik atuou no futebol japonês, depois foi jogar no Qatar, passou pela França e retornou ao Brasil, onde defendeu o Flamengo em 2009.

Ele deixou o clube antes do Brasileirão terminar, mas é listado como um dos campeões nacionais pelo Rubro-negro.

Ele se transferiu para o Al Ain, dos Emirados Árabes. Retornou ao Brasil em 2010 para defender o Fluminense, onde conquistou outro Brasileirão. Em 2011, chegou ao Corinthians. Venceu Brasileiro, Libertadores e Mundial pela equipe alvinegra. Recentemente passou por Botafogo e Flamengo.

Como o restante da torcida do São Paulo vai reagir às palavras de Émerson Sheik?

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo