Com muita festa e homenagens a Chapecoense entrou na Arena Condá para enfim enfrentar o Atlético Nacional na disputa de um título.

Com uma equipe entrosada e bastante confiante a Chapecoense mostrou bastante aplicação tática. Marcando forte e buscando a recuperação da bola, a Chape aos poucos foi se sentindo a vontade em seu campo. Explorando as jogadas em velocidade pelas laterais, o time catarinense chegava ao ataque. Em uma dessas investidas Arthur Caike tocou para João Pedro que cortou e bateu, a bola foi bloqueada com a mão.

Publicidade
Publicidade

O juiz marcou pênalti que Reinaldo converteu e finalmente a torcida de Chapecó pode soltar o grito de gol. A equipe catarinense seguiu atacando pelas laterais, Rossi criou boas chances na costas de Dias mas o primeiro tempo acabou com 1 a 0 no placar.

Segundo tempo

No segundo tempo a Chape começou pressionando, mas em jogada individual Macnelly Torres acertou belo chute empatou o jogo. Artur Moraes chegou a tocar a bola mas não foi suficiente para evitar o gol.

Publicidade

A Chapecoense mudou, entraram Luiz Otávio, Moisés Ribeiro e Wellington Paulista.

MacnellyTorres que recebeu aplausos pelo gol, foi vaiado pela torcida por entrada mais dura.

Em jogada de escanteio Luiz Otávio veio de trás e cabeceou firme para colocar a Chape de novo na frente. O jogo continuou equilibrado. Rossi melhor jogador da Chapecoense continuou fazendo boas jogadas pela direita e Reinaldo na bola parada criava chances para a Chapecoense.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

Aos 49 minutos do segundo tempo o árbitro encerrou a partida e as luzes da Arena Condá se apagaram para mais uma homenagem. Nada melhor do que a vitória para encerrar uma noite de festa e trazer de volta o sorriso no rosto do torcedor.

A Chape sai na frente na disputa pela Recopa, sem gol qualificado precisa apenas de um empate em Medellin para levantar a taça. O Atlético Nacional busca o título inédito para o Futebol colombiano. Faltam 90 minutos, mas a Chapecoense continua escrevendo sua bela e impressionante história e quem sabe de um episódio que começou com lágrimas termine por fim com a alegria.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo