O ala Gordon Hayward tomará uma grande decisão nessa offseason. Aos 27 anos, Hayward deve testar seu mercado na agência livre e perseguir um contrato máximo dentro da NBA. Apesar de ter uma cláusula de renovação automática com o Utah Jazz no valor de US$ 16.7 milhões, o jogador seria apenas o décimo ala melhor pago da liga, ficando atrás de reservas como Luol Deng (Los Angeles Lakers) e Allen Crabbe (Portland Trail Blazers).

Com isso, é garantido que o jogador não exercerá sua renovação e, se o Utah Jazz quiser reter seu astro, precisará aumentar seu salário.

De acordo com o Acordo de Negociação Coletivo (CBA), Hayward será elegível a um contrato com salário inicial de US$ 30 milhões na próxima temporada, recebendo os reajustes do aumento no teto salarial anual. Após participar de seu primeiro All-Star Game, Hayward é visto como um dos principais agentes livres para diversas franquias da NBA.

Utah Jazz

Além de ter sido a casa de Hayward desde seu recrutamento em 2010, o Utah Jazz é a única equipe que pode oferecer um contrato de cinco anos para o ala e reajustar seu salário no índice máximo de 8%. Sendo assim, o montante total que pode ser oferecido pelo Jazz supera qualquer outra franquia em US$ 46.3 milhões. O valor monetário deixaria a franquia de Salt Lake City à frente na corrida, porém, é preciso vender à Hayward um plano de longo prazo, com investimentos altos e busca de conquistas. O pivô Rudy Gobert é um grande valor jovem para a equipe, porém, uma dupla com o pivô nos próximos cinco anos seria a melhor opção para Hayward?

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
NBA

Boston Celtics

Para muitos, o Boston Celtics está a um jogador de realmente desafiar o Cleveland Cavaliers no Leste. O grupo formado por Isaiah Thomas, Avery Bradley, Jae Crowder e Al Horford seria um grande encaixe para Hayward por conta do estilo altruísta de jogo. Apesar do armador de 1,75 de altura tem excedido as expectativas e até concorrer ao prêmio de MVP, Hayward manteria seu status de astro em uma equipe pronta para as finais.

A flexibilidade financeira que existe em Boston também é muito atraente, permitindo que Hayward acerte por longa duração ou assine contratos menores para alcançar o mesmo valor que pode ser oferecido pelo Utah Jazz.

Los Angeles Lakers

Após a aposentadoria de Kobe Bryant, o Los Angeles Lakers está em busca de uma nova estrela. O grande nome buscado é o do ala Paul George, do Indiana Pacers, porém, o jogador só será agente livre após a temporada 2017-18.

Se quiser alguém para o próximo campeonato, o Lakers deve optar por Hayward. Um contrato de quatro anos com a segunda franquia mais vitoriosa da liga faria sentido, uma vez que D’Angelo Russell, Julius Randle, Brandon Ingram e o próximo recrutado no draft 2017 só tendem a evoluir nesse período.

Obviamente, qualquer equipe gostaria de adicionar um all-star como Gordon Hayward em seu elenco. Pacers, Miami Heat e Los Angeles Clippers também são destinos prováveis para a ex-estrela de Butler, mas tudo dependerá da prioridade de Hayward: Apenas dinheiro?

Apenas vencer? Um pouco dos dois? Saberemos em julho.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo