O Palmeiras volta a jogar nesta quarta-feira (24), pela Copa Libertadores da América, quando às 21h45, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, encara o Atlético Tucumán pela última rodada da fase de grupos. Líder de sua chave com 10 pontos, o Verdão se classifica até com derrota, porém quer vencer para avançar na primeira posição. Para este duelo, o técnico Cuca, que fará seu primeiro jogo na competição após retornar ao campeão brasileiro, não poderá contar com o suspenso Felipe Melo e tem uma dúvida para o ataque.

No treino desta terça-feira (23), realizado na Academia de Futebol, o atacante Borja se chocou com o goleiro Daniel Fuzato, sofrendo uma entorse no tornozelo. Ele deixou o campo com muitas dores, mas as primeiras informações dão conta que o problema não é grave. Como o Palmeiras só divulgará a lista dos relacionados horas antes da partida, não é possível saber se ele está confirmado ou não. Caso seja vetado, William deverá ocupar a vaga do colombiano.

Para as outras posições, Cuca não terá problemas e deverá começar o jogo com Fernando Prass no gol, Jean e Zé Roberto nas laterais, Yerry Mina e Edu Dracena formando a dupla de zaga.

O meio terá Thiago Santos, Tchê Tchê e Guerra. Na frente Róger Guedes, Dudu e Borja ou William.

Com dez pontos ganhos, o Palmeiras está com três de vantagem para seu adversário, que é o terceiro colocado, e até uma derrota por um gol de diferença já lhe garante a classificação. Caso o tropeço seja maior, ai o Verdão terá que torcer para que o Jorge Wilstermann, segundo colocado com nove pontos, não vença o já eliminado Peñarol. No primeiro turno, que foi jogo de estreia do Verdão, na Argentina, os times empataram em 1 a 1.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Palmeiras

Camisas emprestadas

Mesmo que não passe de fase, o Atlético Tucumán já pode se considerar um vencedor. A pequena equipe argentina protagonizou a história mais emocionante da Libertadores até aqui. Ainda pela segunda fase pré-grupos, a delegação teve problemas de atrasos com seu voo que a levaria até Quito, no Equador. Para não perder por WO, o ônibus que levava os jogadores teve que trafegar em alta velocidade do aeroporto até o Estádio Olímpico Atahualpa, onde seria realizada a partida contra o El Nacional.

Para piorar ainda mais a situação, os jogadores chegaram, mas os uniformes não. Por sorte, a Seleção Argentina disputava o Sul-Americano Sub 20 na mesma cidade e a solução foi pegar emprestados os uniformes do selecionado nacional, que por coincidência tem as mesmas cores que o clube. Em campo, o time venceu por 1 a 0 e avançou na competição continental.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo