Com apenas uma vitória no Campeonato Brasileiro, perto da zona de rebaixamento e cada vez mais pressionado, o Flamengo deverá ter algumas mudanças para encarar a Ponte Preta, nesta quarta-feira (14), às 21 horas, em jogo que marcará a estreia da Ilha do Urubu, nova casa rubro-negra. O time de Zé Ricardo é o 15º colocado com 7 pontos ganhos, 2 pontos a mais que o Avaí, que abre o Z-4. Já a equipe de Campinas está em uma ótima quinta colocação com 10 pontos.

Ainda sem Guerreiro e Trauco, ainda a serviço da seleção peruana, o técnico Zé Ricardo, que vem sendo constantemente alvo de protestos dos torcedores, deverá promover algumas mudanças em relação à formação que empatou em 1 a 1 com o Avaí, no último domingo (11). Pará e William Arão são os mais cotados para perderem a vaga no time titular, sendo substituídos por Rodinei e Cuéllar, respectivamente.

O garoto Vinicius Júnior deve ganhar nova oportunidade de sair jogando. O zagueiro Juan será poupado e o goleiro Thiago segue como titular na meta rubro-negra.

Dessa forma, Zé Ricardo iniciará a partida com Thiago no gol, a defesa formada por Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Renê. O meio terá Cuéllar, Márcio Araújo e Diego. Na frente, Vinícius Júnior, Leandro Damião e Everton.

Ponte desfalcada

Na Ponte Preta, os principais desfalques ficarão por conta do zagueiro Rodrigo e o atacante Émerson Sheik, vetados pelo Departamento Médico.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Flamengo Brasileirão

Kadu, que curiosamente estava no DM, entra na zaga, enquanto que o ex-flamenguista Negeba será o homem de ataque. Elton é outro que voltará ao time e pode aparecer na formação titular, assim como Fernando Bob, recuperado de lesão.

Para surpreender o Flamengo, o técnico Gilson Kleina deverá escalar a Ponte com Aranha no gol, a zaga formada por Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas. Elton, Naldo, Renato Cajá e Léo Artur jogarão pelo meio, com Negeba e Lucca na frente.

Oito jogos no Rio

Um dos fatores apontados pelos jogadores para o inicio ruim de Brasileirão é o fato de o Flamengo ter feito mais jogos fora de casa do que como mandante. Porém, essa situação será revertida a partir de agora, quando oito dos próximos dez jogos do Rubro-Negro serão no Rio de Janeiro, sendo seis delas com mando de campo.

A sequência já começa nesta noite contra a Ponte Preta, depois o time fará o clássico (como visitante) contra o Fluminense, no Maracanã, e depois volta a jogar na Ilha contra a Chapecoense.

Após esses três jogos, o Flamengo viaja até o Nordeste para encarar o Bahia.

Na volta, recebe o São Paulo, vai até São Januário pegar o Vasco e recebe o Grêmio na Ilha. Depois sai novamente parar jogar contra o Cruzeiro no Mineirão e encerra essa série com mais dois jogos na Ilha, diante de Palmeiras e Coritiba.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo