O Sport não sabe o que é uma derrota desde o revés para o Vitória, em casa, por 3 a 1. Desde então, o treinador vem tomando outra postura e o resultado vem surgindo. Nos últimos dois jogos foram seis gols feitos e nenhum sofrido. O Leão precisava vencer e conseguiu, a Chape tentou, mas acabou sendo derrotada pelo Rubro-Negro pernambucano por 3 a 0.

Vanderlei é um dos principais responsáveis pelo avanço da equipe nos últimos jogos.

Publicidade
Publicidade

Após a partida, o treinador falou que a vitória foi justa e também foi crítico ao estilo de jogo que a Chapecoense escolheu fazer.

''A partida era complicada. Eles vieram muito defensivos e duros, como é no sul. Eram rígidos, fazendo faltas e deixando jogo difícil. Teria que ter muita paciência, sabíamos disso. A primeira etapa foi truncada. Já o segundo tempo eu mudei o jeito de jogar. Sander saiu e deu espaço para Diego.

Publicidade

A descida de Mena era melhor na lateral, por isso mudei. Com Diego Souza em campo colocou medo no adversário. Abri o jogo com Rogério e Everton. Fisicamente eles caíram um pouco, isso é normal. Não se consegue fazer a marcação cerrada durante o jogo todo'', afirmou o treinador do Leão.

O treinador falou que os jogadores da Chapecoense acreditaram que Rithely estava provocando, mas isso não aconteceu: ''Eles acharam que o Rithely estava provocando.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

Na verdade, ele estava comemorando. Eles vieram com a proposta de fazer o antijogo. Foi nítido. Várias faltas em sequência. O juiz demorou a dar cartão. Até poderia ser vermelho por reincidência. O Rithely comemorou e não gostaram'', completou o treinador rubro-negro.

O jogo foi marcado pela volta de Diego Souza, que deixou o seu gol e se destacou novamente. Com a confirmação da sua permanência, o torcedor fica ainda mais animado com a possibilidade do rubro-negro ir para a próxima Libertadores.

A próxima partida será contra o Botafogo, na segunda-feira. A partida é a chance do sport continuar ganhando pontos fora de casa e seguir entre os primeiros colocados da competição.

Por outro lado, a Chapecoense, adversário derrotado nessa quinta-feira, tem mais um resultado negativo e briga na parte de baixo para fugir do rebaixamento. Com a troca de técnico, o time pode melhorar na competição ou quem sabe, afundar de vez.

Publicidade

O adversário da Chape no final de semana é o São Paulo, time que busca fugir da zona de rebaixamento.

A próxima partida do Sport é na segunda-feira, quando enfrenta o Botafogo no estádio Nilton Santos, às 20h, pela 14ª rodada do Brasileirão.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo