Anúncio
Anúncio

O Vasco é um dos clubes com maior audiência e grandeza no futebol brasileiro. Por conta dessa grande exposição, várias marcas querem expor as suas empresas no uniforme vascaíno, gerando assim uma grande compensação financeira aos cofres do clube carioca. De acordo com o jornalista Felipe Schmidt, que cobre o Vasco pelo site Globo Esporte, o clube fechou a parceria com a empresa AM4.

Já se fala nesse acordo desde o início do ano, já que o clube tem interesse nos serviços prestados pela empresa, especialmente sobre comunicação e também sócios-torcedores. O Vasco irá existir a marca no backdrop e também no uniforme de treinamento.

Ainda não se sabe qual será o valor recebido pelo Vasco e também qual será a duração do contrato com a empresa de comunicação.

Anúncio

Ela presta serviços a clubes e já teve um acordo com o Santos e Ponte Preta, ambos times de São Paulo.

O Vasco hoje tem um grande investimento de empresas. A Caixa Econômica Federal irá desembolsar cerca de R$ 11 milhões para expor a sua marca no uniforme do Gigante da Colina até o final dessa temporada. Além da Caixa, a Tim também tem um acordo com o clube e irá gerar uma renda de R$ 1 milhão aos cofres do time.

Com o time fazendo uma boa campanha no Brasileirão e brigando por uma vaga na próxima Libertadores, a tendência é as empresas que patrocinam a equipe fiquem ainda mais em evidência, aumentando assim a concorrência pelo espaço. Caso o técnico Milton Mendes faça esse time jogar bem até o final da temporada, a expectativa é que os números a receber em 2018 sejam ainda maiores, melhorando assim o poder financeiro e aumentando a possibilidade da chegada de novos jogadores de peso.

Anúncio

Hoje, o treinador tem uma equipe montada e com nomes de peso, como Anderson Martins e Luís Fabiano. Os torcedores demonstram estarem satisfeitos com os jogadores que tem e assim o Futebol mostrado só tende a melhorar.

A novela sobre Nenê ainda não chegou ao fim. O jogador deveria apresentar uma proposta para defender a camisa de outra equipe, mas isso não aconteceu até o momento e a expectativa é que ambas as partes cheguem a um acordo para a rescisão contratual.

Caso o camisa 10 deixe realmente o Cruzmaltino, a diretoria pode voltar ao mercado e buscar soluções para o meio de campo, podendo ter mais um grande reforço para o restante da temporada. Com o dinheiro da venda de Douglas, o time pode ganhar ainda mais nomes importantes e com grande qualidade técnica para a disputa do Brasileirão.

Anúncio