Em má fase no Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro [VIDEO], atendendo a uma solicitação do técnico Rogério Micale, pediu ao Corinthians [VIDEO] a devolução do atacante Clayton, pouco utilizado por Fábio Carille. No entanto, o meia Marlone, que foi envolvido na troca entre mineiros e paulistas – e também vem jogando pouco – segue no Galo. O contato entre as diretorias já foi feito e a troca de documentos para a reintegração do jogador foi realizada - ele não foi relacionado para a partida desta quarta-feira contra a Chapecoense.

Clayton chamou a atenção dos grandes clubes brasileiros após boas atuações defendendo o Figueirense, em 2015, quando foi artilheiro do time catarinense com apenas 19 anos.

O Atlético Mineiro venceu a concorrência dos demais times, contratando o jogador por mais de 13 milhões de reais. No novo clube, no entanto, as boas atuações não foram repetidas e ele foi perdendo espaço. Na temporada passada, ele fez 52 jogos com a camisa do Galo e marcou apenas oito gols. Em março deste ano foi envolvido em uma troca com o meia Marlone, indo para o Parque São Jorge, onde também não correspondeu às expectativas.

O pedido de reintegração aconteceu no mesmo dia em que ele se envolveu em uma forte discussão com Felippe Bastos, durante um treinamento no CT corintiano. Bastos se irritou com o companheiro após desistir da marcação em uma jogada que levou um drible de Warian. O atacante não gostou de ser repreendido e também passou a xingar o companheiro. Apesar de ser um treinamento em campo reduzido e apenas com a participação de reservas, a atividade foi bastante intensa, com jogadas ríspidas.

Em Chapecó

Depois de perder a longa série invicta no último sábado (19), quando foi batido pelo Vitória pelo placar de 1 a 0, na Arena, em Itaquera, o Corinthians tenta nesta quarta-feira (23), sua recuperação dentro do Campeonato Brasileiro encarando a Chapecoense, às 19h30, na Arena Condá, em Chapecó, em jogo adiado da 20ª rodada.

Para tentar ampliar a diferença para o segundo colocado Grêmio, que hoje é de sete pontos, o Timão terá três desfalques. Balbuena e Guilherme Arana sentiram lesão no último jogo e estão fora. De qualquer forma, o paraguaio já não poderia enfrentar os catarinenses por ter recebido o terceiro cartão amarelo no jogo passado. Assim, Léo Santos jogará na zaga ao lado de Pedro Henrique e Moisés assumirá a lateral esquerda.

Outra baixa é Jadson, que não foi relacionado para se recuperar melhor fisicamente. O jogador havia ficado um mês fora devido a duas fraturas na costela, sofrida no jogo diante do Avaí.