O Palmeiras vem sofrendo um grande deslize nesta temporada, pois a Diretoria optou por reforçar muito o time para disputar a Copa Libertadores da América de 2017, sendo então a equipe mais cotada, pela mídia brasileira, para ganhar a competição mais cobiçada por todos os clubes, mas a equipe acabou sendo eliminada nas oitavas de final do campeonato em uma partida contra o Barcelona, do Equador, dentro de seu estádio, o Allianz Parque.

O excesso de jogadores foi apontado por muitos especialistas do Futebol por ter confundido o técnico Cuca, o mesmo não estabeleceu um time titular fixo desde que retornou para comandar o alviverde da capital, por isso que a diretoria do Verdão tomou uma decisão, mas essa não agradou muito os torcedores e parece que muitos acreditam que isso não é uma boa opção.

A decisão

Esse veredito foi dado pela diretoria junto com o técnico Cuca, o qual supostamente propôs a ideia, e essa é que mesmo com o grande número de jogadores no elenco, não terá o rodízio dos atletas, isso é que os integrantes do elenco que não estão atuando nos jogos e não tem chances de mostrar o seu trabalho, continuarão ociosos e sem serem relacionados aos jogos, o que parte da torcida não concorda, pois concorda que alguns jogadores devem ter mais oportunidades e devem mostrar como se comportam nos jogos oficiais.

Miguel Borja

A contratação mais valiosa da temporada foi o colombiano Miguel Borja, que acabou ficando no banco de reservas durante a Copa Libertadores da América e também não obteve muitos jogos na titularidade do clube, pois o técnico Cuca afirmou que o jogador não faz o perfil no esquema tático que ele deseja traçar no time, até porque o treinador deseja um esquema em que se valoriza mais o coletivo, enquanto Borja necessita, assim como jogava no Atlético Nacional, que todo o time jogue em sua função, para que o mesmo possa ser artilheiro nas competições em que participa.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Borja e o venezuelano Alejandro Guerra foram campeões na temporada passada da Libertadores, pelo Atlético Nacional, por isso que o Verdão, junto com o patrocínio master da Crefisa, trouxe os dois jogadores para conquistar novamente o campeonato, porém, Borja que foi o artilheiro da competição na temporada em que foi campeão, acabou não tendo oportunidades no Palmeiras, e o Alejandro Guerra veio a se tornar mais importante na equipe recentemente, sendo que não vem atuando todas as partidas como titular.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo