Não será a primeira vez que Cruzeiro [VIDEO] e Flamengo decidirão [VIDEO] o título da Copa do Brasil. Essa final já aconteceu em 2003, quando o time mineiro, então dirigido por Vanderlei Luxemburgo, contava com um grande esquadrão, com Alex, Deivid e Aristizábal, que encarou o Rubro-Negro, que tinha como uma de suas grandes estrelas o goleiro Júlio César, além de Athirson, Fernando Baiano e Edílson. Veja o vídeo com lances da primeira decisão:

Naquela temporada, o Cruzeiro vinha voando no Campeonato Brasileiro e pelo caminho havia eliminado o Vasco, nas quartas de final, e o Goiás, nas semifinais. Na outra perna da chave, o Flamengo praticamente só pegou times da região nordeste, exceto o Remo, tendo eliminado Vitória e Sport antes de chegar à decisão.

Como a data da segunda final coincidia com jogos das seleções de futebol e o confronto entre eles antecedia a primeira data da decisão, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) inverteu os jogos, colocando a partida de ida da final na data que seria o jogo do Brasileirão.

Disputado em um domingo à tarde, em 8 e junho, o Flamengo conseguiu o empate em 1 a 1 com um gol anotado por Fernando Baiano já nos acréscimos. Antes, aos 30 minutos do segundo tempo, Alex havia colocado a Raposa na frente.

Três dias depois os times voltaram a se encontrar no segundo e decisivo duelo, em um Mineirão com mais de 80 mil torcedores, onde a equipe azul tinha a vantagem de jogar por um empate sem gols. No entanto, a única equipe a bater a marca dos 100 pontos em um Campeonato Brasileiro mostrou todo seu poder de ataque e em menos de meia hora matou a decisão marcando três gols.

A contagem foi aberta logo no primeiro minuto, quando após bola levantada na área, Deivid testou firme para fazer 1 a 0. Aos 16 minutos, em jogada parecida, Alex cobrou falta no bico da grande área e o colombiano Aristizábal se contorceu todo para cabecear com estilo e dobrar a vantagem cruzeirense. O cruzamento na área parecia o caminho da vitória e aos 28 minutos, desta vez em um cruzamento vindo da direita, o zagueiro Luizão também marcou o dele.

O Flamengo ainda descontou aos 19 minutos do segundo tempo, com Fernando Baiano e o que se viu depois foi um grande confronto, com os goleiros Júlio César e Gomes trabalhando bem e impedindo que o placar fosse novamente alterado.

Aquela foi a segunda conquista que comporia a tríplice coroa. Antes o time já havia faturado o campeonato estadual e mais tarde viria a se tonar o primeiro campeão brasileiro da era dos pontos corridos. O Cruzeiro é o único time a conquistar no mesmo ano Brasileirão e Copa do Brasil.

Agora, os dois times fazem nova decisão da Copa do Brasil, jogando nos dias 7 e 27 de setembro.