O Palmeiras [VIDEO] perdeu no domingo para a Chapecoense no Allianz Parque por 2 a 0. O jogo não foi bom e, claro, o técnico Cuca não escaparia das críticas. O time não teve movimentação e mesmo com dois meias de criação (Moisés e Alejandro Guerra), pedido recorrente da torcida, o Futebol não evoluiu.

Outro ponto citado por torcedores foi a falha no posicionamento em campo. O primeiro gol do time catarinense teve uma confusão de palmeirenses na área e o zagueiro Luan muito mal posicionado. Fabrício entrou e só escorou para abrir o placar, deixando Cuca muito nervoso na beira do gramado.

Nesta terça-feira, dia que marcou o retorno aos treinos e o início da preparação visando o clássico de domingo contra o São Paulo, o lateral Jean estava escalado para conceder entrevista coletiva.

Mas, surpreendentemente, Cuca pediu a voz e preservou o jogador.

Questionado sobre as diferenças de Paulo Nobre, ex-presidente, e Maurício Galiotte, atual gestor, Cuca [VIDEO] disse que vê uma equalização nas atitudes de ambos. Nobre tinha algumas situações peculiares como, por exemplo, o rompimento com as torcidas, e foi campeão. O treinador também disse que o clube está na quarta posição e ainda por brigar para 'conseguir algo melhor'.

Problemas de relacionamento?

Outro assunto que é pauta em blogs, sites e notas de jornalistas é uma possível falha no relacionamento entre Cuca e os jogadores do Palmeiras. O treinador negou veementemente qualquer tipo de problema com os atletas e garantiu que 'adora' estar com eles. Esse não seria o fator essencial para a queda brusca de rendimento no elenco.

E Borja?

Cuca falou sobre Borja e garantiu que o clube está fazendo o máximo para ele jogar o que sabe. "É uma pessoa do bem, torço muito para que as coisas possam evoluir para ele," disse o treinador.

Existe uma pequena possibilidade do colombiano começar o clássico no domingo no lugar de Deyverson. Cuca ainda não definiu, mas pode ser que ele apareça entre os titulares.

O que o Palmeiras busca?

Cuca alinhou seu pensamento ao do presidente Galiotte. Disputar a Libertadores todo ano e, uma hora, acontece o título. Buscar a vaga no torneio continental é o objetivo do Palmeiras no ano, mas Cuca não descartou de vez a luta pelo título. No final de semana, o Corinthians foi derrotado pelo Vitória na Arena de Itaquera por 1 a 0 e perdeu uma enorme invencibilidade. Como o Verdão está em quarto, teria que fazer um bom campeonato para superar o rival.