Se há meses Cueva esgotou a paciência de grande parte da torcida do São Paulo [VIDEO], agora ele conseguiu irritar até o pacífico técnico Dorival Júnior [VIDEO], que mesmo comedido nas palavras, passou um recado que pode ser entendido como um ultimato. Cueva teve uma péssima atuação na partida de domingo (27), no Allianz Parque, na derrota do São Paulo para o Palmeira por 4 a 2.

O meia peruano errou passes, finalizou mal e ainda tentou fazer graça ao dar um toque de calcanhar em sua defesa e quase entregar um gol ao Palmeiras. Foi o bastante para tirar Dorival Júnior do sério, que resolveu sacá-lo do time, colocando o garoto Lucas Fernandes em seu lugar.

Mais tarde, durante a coletiva, o técnico do São Paulo foi questionado pelos repórteres sobre mais uma atuação fraca de Cueva e mesmo tentando poupar o atleta, deixou transparecer que a paciência acabou. Dorival afirmou que o meia pode e precisa jogar mais, precisa voltar a ser o que já foi no São Paulo, que realmente se intensifique e trabalhe mais para que possa continuar tendo o espaço que sempre teve.

As palavras de Dorival Júnior deixam claro que ele acredita que Cueva não está se esforçando o suficiente e que deve demonstrar vontade para seguir sendo titular. Além de atuações péssimas do meio para frente, o meia peruano não ajuda na marcação, o que deixa o setor esquerdo sobrecarregado.

Para completar, vez ou outra, ainda tenta fazer uma firula e quase sempre entrega a bola ao adversário.

Na partida contra o Palmeiras, ele foi duramente repreendido pelo zagueiro Rodrigo Caio, após tentar uma jogada de efeito perto da área do São Paulo.

Vem dando problema faz tempo

A má fase de Cueva aliada a uma certa “marra” vêm de longa data no São Paulo. Quando Rogério Ceni ainda era técnico, o jogador aparentava estar nitidamente fora de forma e antes da partida contra o Santos, na Vila Belmiro, ele se revoltou quando o técnico interino Pintado o informou que ele ficaria no banco. Irritado, disse que não iria viajar e ainda teve o seu desejo atendido.

Esperava-se que com a chegada de Dorival Júnior, o futebol e a cabeça de Cueva voltassem a entrar nos eixos, mas, a julgar pelas últimas partidas, nada mudou.

Faltam opções

O grande problema para Dorival Júnior é decidir que entrará no lugar de Cueva. O garoto Lucas Fernandes se machuca muito e pode sentir o peso, já que o time está atolado na zona de rebaixamento. Entretanto, parece óbvio que a vida boa de Cueva no São Paulo está com os dias contados.