Por incrível que pareça, com menos de um mês de trabalho, Guto Ferreira [VIDEO]já poderia ter sido demitido. Com a falta de resultados e um Futebol abaixo do esperado, os torcedores e imprensa pediram a cabeça do treinador, mas isso acabou não acontecendo. Após a derrota para o Vila Nova, o treinador foi mantido pela direção pelo menos até a próxima semana, quando o time enfrentaria o Oeste.

Existiam várias [VIDEO]justificativas para a sua demissão, como a falta de resultados positivos e sem um padrão tático. O jogo contra o Oeste veio, o time venceu e começaram ali os resultados do trabalho do treinador.

Mas e se Guto Ferreira tivesse sido demitido? Seria o terceiro técnico em sete meses.

O Inter ficaria sem comando por alguns jogos e contrataria algum nome que não seria unanimidade, já que não tem bons nomes disponíveis no mercado brasileiro. Demoraria alguns meses para o seu trabalho começar a dar certo, mas, claro que não existiria tempo para isso e com certeza começariam os pedidos para um novo treinador.

Isso deixa claro como todos estamos errados. O técnico Guto já demonstrou várias vezes que tem qualidade para isso, até no ano passado foi alvo do Corinthians, mas acabou ficando no Bahia.

A paciência com os técnicos brasileiros é muito pequena. Dentre as grandes ligas do mundo, o Brasil é que mais demite treinadores. Geralmente, eles ficam somente 5 meses em cada clube, após isso há uma mudança para tentar dar outros ares e tentar soluções fáceis para problemas que foram criados pela diretoria.

Hoje, com o Inter na vice-liderança, com 4 vitórias e ótimos números ofensivos e defensivos, a tendência é uma melhora do nível de futebol apresentado pela equipe gaúcha.

A troca de técnicos foi um dos erros da diretoria passada, que não acreditou no trabalho de ninguém e ficou mudando de treinadores para tentar encontrar algum salvador da pátria, que iria conseguir por o time para jogar.

Guto levou o Bahia a primeira divisão na temporada passada e sabe muito bem como jogar a competição. A expectativa é que o Colorado termine a temporada com o titulo garantido, para voltar a jogar a Série A com a moral elevada e nunca mais voltar.

Agora é pensar na próxima rodada e tentar manter os ótimos números. A rodada seguinte será contra o ABC, lanterna do campeonato. Essa é mais uma grande chance dos jogadores de frente brilharem e melhorarem ainda mais os números do setor ofensivo do time do Rio Grande do Sul.